A Editora Pomelo é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Dança & Expressão é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Eduardo Villela é Eduardo Villela é book advisor e parceiro do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
BonaBelle Design & Organização é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Epifania Conteúdo Inteligente é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Keli Quitutes

Em dezembro de 1991, Isabel Allende já era uma das principais escritoras sul-americanas. Seus quatro primeiros romances, “A Casa dos Espíritos” (Bertrand Brasil), de 1982, “De Amor e de Sombra” (Bertrand Brasil), de 1984, “Eva Luna” (Bertrand Brasil), de 1987, e “O Plano Infinito” (Bertrand Brasil), de 1991, tinham sido lançados com êxito em vários países da Europa, da América do Norte e da América do Sul. Morando nos Estados Unidos desde 1988 com o segundo marido, um advogado norte-americano, a autora chilena levava uma vida, enfim, tranquila. A situação parecia ter entrado nos eixos depois de tempos de intermináveis complicações.

Vale lembrar que o inferno astral de Isabel começou justamente com a decretação do golpe militar no Chile, em setembro de 1973. Sobrinha de Salvador Allende e jornalista combativa, ela foi perseguida pelo governo de Augusto Pinochet. Não foram poucas as ameaças de morte que recebeu. Assustada, Isabel Allende teve de se exilar com a família por 13 an...

Em outubro do ano passado, analisamos o estilo literário de Gabriel García Márquez na coluna Desafio Literário. Para tal, foram comentadas, naquele mês, seis obras do escritor colombiano: “Relato de Um Náufrago” (Record), “Ninguém Escreve ao Coronel” (Record), “Cem Anos de Solidão” (Record), “Crônica de Uma Morte Anunciada” (Record), “Amor nos Tempos do Cólera” (Record) e “Memória de Minhas Putas Tristes” (Record). Sem dúvida, esses são os livros mais importantes de sua carreira. Contudo, senti falta de analisar, no Bonas Histórias, uma coletânea de contos do Nobel de Literatura de 1982. Gabo, como o autor era chamado carinhosamente, não foi apenas um grande novelista e romancista, mas também se destacou nas narrativas curtas. Para reparar essa ausência, li, na semana passada, “Olhos de Cão Azul” (Record). Este título é uma das mais inusitadas coleções de contos de Gabriel García Márquez.     

As produções das histórias de “Olhos de Cão Azul” remontam ao início...

As últimas semanas foram monopolizadas por um único assunto: a pandemia do novo coronavírus (chamado de Covid-19). As conversas entre amigos, as discussões familiares e as pautas jornalísticas parecem girar exclusivamente em torno do recente surto que parou o planeta. A obsessão das pessoas não é por acaso. Diante do medo pela propagação da doença, as rotinas nas grandes cidades do mundo foram completamente alteradas. Há quem tenha optado por ficar em quarentena em casa. Muitos não deixaram de colocar os pés na rua, mas tomaram medidas de prevenção para não serem as próximas vítimas. Estabelecimentos comerciais e públicos foram fechados por tempo indeterminado. O ambiente é, querendo ou não, de medo acentuado e de muita apreensão. Isso ocorre tanto no Brasil quanto em quase todos os países.

Como esses assuntos são de conhecimento público e já estão bastante batidos, fiquei receoso de abordá-los diretamente no Bonas Histórias. Acredito que uma das formas para seguirmos a vida n...

Na quarta-feira, dia 29, começamos a Retrospectiva de 2019 do Bonas Histórias com a seleção dos 10 melhores filmes do ano passado. No post de hoje da coluna Recomendações, vamos falar dos livros mais impactantes deste período. A ideia é apontar as 16 melhores obras literárias analisadas de janeiro a dezembro de 2019 pelo blog. Muito provavelmente, só haverá livrão nesta lista. Se você tem um gosto literário refinado, na certa poderá usar esse ranking como guia para suas próximas leituras. Duvido que alguém saia decepcionado depois de conhecer essa coletânea de publicações.  

Vale lembrar que a lista dos melhores de 2019 foi feita com base na leitura de 131 obras literárias. Sim, tenho uma média de leitura de quase 11 títulos por mês (o que dá um consumo de 2 a 3 livros por semana). Para quem não acredita nesta estatística (há sempre quem duvide da intensidade do trabalho dos críticos literários), basta contar quantos posts são publicados todos os meses no Bonas Histórias. Porq...

Neste final de semana, li “O Amor nos Tempos do Cólera” (Record), a vigésima publicação de Gabriel García Márquez. Este é o quinto livro do escritor colombiano que analisamos, neste mês, no Desafio Literário. A importância desta obra para a carreira de Gabo é que ela foi o primeiro romance publicado pelo autor após o recebimento do Nobel de Literatura, em 1982. Lançado em 1985, “O Amor nos Tempos do Cólera”, produzido no auge da maturidade pessoal e artística de seu autor, é apontado por muita gente (eu me incluo neste grupo) como o mais importante trabalho literário de García Márquez depois de “Cem Anos de Solidão” (Record), sua incontestável obra-prima. Não por acaso, este livro encerra a fase dourada da carreira de um dos principais autores do século XX. Apesar de publicar mais de uma dezena de livros posteriormente, nenhum teve tanto destaque.

“O Amor nos Tempos do Cólera” começou a ser escrito em 1984, quando García Márquez foi morar em Cartagena das Índias. A estada ao n...

Gabriel García Márquez, escritor colombiano que está entre os grandes nomes da ficção do século XX, será o autor analisado no Desafio Literário de outubro. Vencedor do Nobel de Literatura de 1982, García Márquez é considerado o principal representante do realismo mágico latino-americano. Sua obra-prima, “Cem Anos de Solidão” (Record), é até hoje um dos livros mais traduzidos e lidos no mundo. Há quem aponte (merecidamente) esse título como o mais simbólico da língua espanhola, depois de “Dom Quixote de La Mancha” (Abril). Só por essas particularidades, a escolha do escritor colombiano para integrar nossos estudos já se justifica. Ele será o terceiro Nobel de Literatura a participar dessa temporada do Desafio Literário. Vale lembrar que José Saramago (Portugal) e Orhan Pamuk (Turquia) foram analisados no Bonas Histórias em abril e julho, respectivamente.

Nascido em Aracataca (norte da Colômbia), em 1927, Gabriel García Márquez faleceu na Cidade do México (onde morava há décadas...

Please reload

Bonas Histórias

O Bonas Histórias é o blog de literatura, cultura e entretenimento desenvolvido por Ricardo Bonacorci desde 2014. Com um conteúdo multicultural (literatura, cinema, música, teatro, exposição e gastronomia), o Blog Bonas Histórias analisa as boas histórias contadas no Brasil e no mundo.

bonashistorias.com.br

Ricardo Bonacorci

Nascido na cidade de São Paulo, Ricardo Bonacorci tem 39 anos e trabalha como publicitário, produtor de conteúdo, crítico literário e cultural, editor, escritor e pesquisador acadêmico. Ricardo é especialista em Administração de Empresas, pós-graduado em Gestão da Inovação, bacharel em Comunicação Social, licenciando em Letras-Português e pós-graduando em Formação de Escritores.  

Bonas Histórias | blog de literatura, cultura e entretenimento | bonashistorias.com.br

Blog de literatura, cultura e entretenimento