• Ricardo Bonacorci

Filmes: Divertida Mente - Animação engraçada e inteligente


Não é novidade nenhuma que as animações produzidas nos últimos anos pela Disney e pela Pixar (unidas desde 2006) tenham como um dos seus públicos finais os adultos. Desde "Monstro S.A." (Monsters, Inc: 2001), as histórias destas produções são, além de divertidas, muito inteligentes, atraindo para as salas de cinema mais gente do que crianças e adolescentes.

E esta característica (união entre diversão e enredo perspicaz) está presente mais uma vez na nova animação da Pixar. "Divertida Mente" (Inside Out: 2015) é uma comédia de excelente qualidade, muito mais voltada para o gosto dos adultos do que para a criançada. O longa-metragem foi comandado por Pete Docter, o mesmo diretor de "Toy Story" (Toy Story: 1995), "Monstro S.A." (Monsters, Inc: 2001), "Up - Altas Aventuras" (Up: 2009) e várias outras animações de sucesso do estúdio norte-americano.

A história de "Divertida Mente" se passa quase que essencialmente dentro da cabeça da garotinha Riley, de onze anos de idade. A menina se muda, com a família, de Minnesota para San Francisco. Esta mudança provoca muitas alterações na vida dela e, por consequência, em seu estado emocional. Dentro do cérebro de Riley, há cinco personagens (a Alegria, o Medo, a Raiva, o Nojinho e a Tristeza) responsáveis pelo humor da garota. Os cinco trabalham em uma sala de controle no interior da mente da menina. Dependendo do que acontece nesta sala, Riley é diretamente afetada, sofrendo as variações emocionais e de humor.

O grande mérito de "Divertida Mente" está na originalidade da sua trama. A sacada criativa de atrelar os acontecimentos do indivíduo (no caso, a garotinha Riley) aos eventos transcorridos no interior do seu cérebro é sensacional. O roteiro, desenvolvido por Pete Docter, Meg LeFauve e Josh Cooley, foi muito bem escrito e a história está amarradinha. Os cinco personagens mentais (a Alegria, a Tristeza, a Raiva, o Medo e o Nojinho) foram muito bem caracterizados, desde a cor e os elementos corporais escolhidos para defini-los até os seus temperamentos.

Fica evidente que há muita psicologia por trás do roteiro do filme (a importância do esquecimento de alguns fatos da vida, questões relativas ao subconsciente e a formação dos sonhos, por exemplo). Contudo, "Divertida Mente" não se torna um longa-metragem chato ou excessivamente conceitual. Pelo contrário. O telespectador recebe essas informações da maneira mais prática e divertida possível. Os psicólogos conseguem perceber a grande quantidade de simbolismo presentes durante toda a narrativa (quem não conhece profundamente a psicologia, porém, consegue compreender o filme sem qualquer perda de conteúdo).

Outro ponto que merece destaque é a coragem de abordar um tema muitas vezes delicado e polêmico como é a depressão em uma animação. É um tanto paradoxal tratar de depressão em uma comédia. E essa discussão é muito bem realizada no filme. A depressão aqui é apresentada de forma leve e didática, sem qualquer preconceito ou estigma.

Para finalizar, a trama é cheia de aventura e suspense. O filme não para um minuto. Sempre está acontecendo alguma coisa e os personagens estão correndo para se salvar ou para salvar alguma coisa. Ou seja, emoção não falta nesta produção. "Divertida Mente" é sem dúvida a melhor animação dos últimos anos.

Veja o trailer deste filme:

O que você achou deste post e do conteúdo do Blog Bonas Histórias? Não se esqueça de deixar seu comentário. Se você é fã de filmes novos ou antigos e deseja saber mais notícias da sétima arte, clique em Cinema. E aproveite também para curtir a página do Bonas Histórias no Facebook.

#PeteDocter #Pixar

A Editora Pomelo é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Dança & Expressão é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Eduardo Villela é Eduardo Villela é book advisor e parceiro do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
BonaBelle Design & Organização é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Epifania Conteúdo Inteligente é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Keli Quitutes

Bonas Histórias

O Bonas Histórias é o blog de literatura, cultura e entretenimento desenvolvido por Ricardo Bonacorci desde 2014. Com um conteúdo multicultural (literatura, cinema, música, teatro, exposição e gastronomia), o Blog Bonas Histórias analisa as boas histórias contadas no Brasil e no mundo.

bonashistorias.com.br

Ricardo Bonacorci

Nascido na cidade de São Paulo, Ricardo Bonacorci tem 39 anos e trabalha como publicitário, produtor de conteúdo, crítico literário e cultural, editor, escritor e pesquisador acadêmico. Ricardo é especialista em Administração de Empresas, pós-graduado em Gestão da Inovação, bacharel em Comunicação Social, licenciando em Letras-Português e pós-graduando em Formação de Escritores.  

Bonas Histórias | blog de literatura, cultura e entretenimento | bonashistorias.com.br

Blog de literatura, cultura e entretenimento