• Paulo Sousa

Miliádios Literários: maio/2020


Salve, salve, disruptivos! Essa sessão pós-moderna apresenta a vocês os miliádios literários do mês que vão mudar sua percepção da vida. Você ainda não sabe o que é miliádio? Em que mundo você vive? Partamos, pois!


No dia 15, Francis Fitzgerald, do fundo de sua cova em Old Saint Mary's Catholic Church Cemetery, completa 29 mil dias de falecimento. Sua lápide é considerada um dos maiores spoilers da literatura mundial.


Convenhamos, 29 miliádios é muito tempo, o suficiente pra uma grande guerra e outras tantas menores. Só o jazz não teve tempo de voltar à sua grande era. O autor de “O Grande Gatsby” (Penguin), “Suave é a Noite” (BestBolso) e “O Último Magnata” (Penguin) viveu sob excessos do álcool e nos deixou uma visão etílica da elite. Tudo isso em 44 anos, pouco mais de 16 mil dias.


Então seguimos em frente, barcos contra a corrente, recuando incessantemente no passado. Sempre em intervalos de mil dias!


No dia 18, Honoré de Balzac completa 62 mil dias de morte. Quando jovem, Honorezinho teve uma árdua educação, amiúde expulso das aulas do Colégio Vendôme. Seu castigo era uma espécie de solitária, destinada aos alunos mais insubordinados. Paradoxalmente, o local continha uma vasta gama de livros.


Foi assim, então, que autor de “A Comédia Humana” (Biblioteca Azul), conjunto de 95 romances e contos, aprendeu a enxergar o núcleo familiar francês e burguês pós-Napoleão. Fazem parte da obra “A Prima Bette” (Ediouro), “O Pai Goriot” (Penguin), “O Primo Pons” (Ediouro) e, claro, “A Mulher de Trinta Anos” (Penguin). Aliás, você sabia que uma balzaquiana tem entre 10.957 dias e 14.609 dias?


Mas falemos de vida! Tiago Novaes, grande escritor contemporâneo, completa 15 miliádios de vida no dia 05. Parabéns, Tiago! Que sua obra distancie a literatura do estado vegetativo, sobressaia-se nesta aldeia global dominada por algoritmos, e que tudo acabe numa grande tertúlia, a ser lembrada daqui muitos e muitos miliádios.


Mês que vem esta supina coluna miliádica literária voltará com mais efemérides. Até!


Miliádios Literários é a coluna de Paulo Sousa, autor do romance “A Peste das Batatas” (Pomelo) e da novela “Histórias de Macambúzios”, que apresenta mensalmente no Bonas Histórias as principais efemérides da literatura. Para ler os demais posts dessa seção, clique em Miliádios Literários. E não deixe de nos acompanhar nas redes sociais – Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn.

A Editora Pomelo é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Dança & Expressão é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Eduardo Villela é Eduardo Villela é book advisor e parceiro do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
BonaBelle Design & Organização é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Epifania Conteúdo Inteligente é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Keli Quitutes

Bonas Histórias

O Bonas Histórias é o blog de literatura, cultura e entretenimento desenvolvido por Ricardo Bonacorci desde 2014. Com um conteúdo multicultural (literatura, cinema, música, teatro, exposição e gastronomia), o Blog Bonas Histórias analisa as boas histórias contadas no Brasil e no mundo.

bonashistorias.com.br

Ricardo Bonacorci

Nascido na cidade de São Paulo, Ricardo Bonacorci tem 39 anos e trabalha como publicitário, produtor de conteúdo, crítico literário e cultural, editor, escritor e pesquisador acadêmico. Ricardo é especialista em Administração de Empresas, pós-graduado em Gestão da Inovação, bacharel em Comunicação Social, licenciando em Letras-Português e pós-graduando em Formação de Escritores.  

Bonas Histórias | blog de literatura, cultura e entretenimento | bonashistorias.com.br

Blog de literatura, cultura e entretenimento