• Ricardo Bonacorci

Livros: Diário de um Exorcista - Terror nacional por Renato Siqueira e Luciano Milici


Depois da frustração com o filme "Ouija - O Jogo dos Espíritos" ("Ouija": 2014), tive uma grata surpresa logo em seguida com o livro de terror "Diário de um Exorcista" (Generale) de Renato Siqueira e Luciano Milici. No mesmo dia em que fui assistir ao decepcionante longa-metragem, ganhei de presente do meu amigo Eduardo este livro da sua editora. Ele, conhecendo meu gosto pelas histórias de terror, queria saber minha opinião sobre essa obra. Li o livro em três noites (melhor horário para ler este tipo de gênero). E achei excelente!

Algumas curiosidades sobre "Diário de um Exorcista". Primeira: essa é uma história que nasceu como um roteiro de filme para depois se transformar em livro (ou seja, fez o caminho contrário a maioria das obras que nascem do papel e depois migram para as telas). O cineasta Renato Siqueira, durante as filmagens do longa-metragem homônimo, sentiu falta da existência de um material impresso com o enredo mais detalhado e chamou o escritor Luciano Milici para ajudá-lo na tarefa de transcrever a história filmada.

Segunda curiosidade: é difícil encontrarmos boas histórias nacionais de terror. Esta se passa parte em São Paulo e em parte no interior paulista (em uma cidade não revelada) entre as décadas de 1950 e 1960. Ela é baseada em fatos reais, ocorridos com um dos maiores exorcistas da América Latina. O enredo é a entrevista de um velho padre chamado Lucas Vidal, especialista em exorcismo, concedida a uma dupla de jovens cineastas que está fazendo o trabalho de conclusão de curso da faculdade. O padre conta a sua história de vida e explica como se tornou um exorcista. Ele conta também os casos mais horripilantes pelos quais passou. Logo nas primeiras páginas é possível perceber que este livro está em um patamar de qualidade muito superior a média de mercado, fazendo concorrência com as melhores obras de terror internacionais.

Terceira: A quantidade de reviravoltas que a narrativa possui é de impressionar. Eu adoro histórias com reviravoltas e esta é um prato cheio. Apesar das histórias de exorcismo serem todas elas parecidas, "Diário de um Exorcista" consegue trazer alguns elementos interessantes. Em várias partes do livro, você não sabe em quem confiar e não consegue identificar corretamente quem é o bonzinho e o mauzinho na trama.

Quarta curiosidade: os relatos dos métodos de exorcismo são impressionantes. O que mais chamou minha atenção foi o do "ritual da cruz", no qual o possuído é crucificado para matar o espírito maligno que invadiu o corpo de um inocente. Esta cena é fortíssima, com muito sangue, dor e desespero. A narrativa é realmente de aterrorizar, expondo em detalhes os rituais praticados pelos padres.

E, por fim: o livro vem com um CD com a trilha sonora do filme. As músicas são boas e ajudam a criar um clima sombrio para a leitura do livro. Gostei da surpresa sonora (estou ouvindo essas canções enquanto escrevo esse post). É raro encontrarmos publicações com o acompanhamento de uma trilha musical.

Se você está interessado em passar alguns momentos de medo e mistério e deseja enveredar por uma trama horripilante, "Diário de um Exorcista" é uma ótima escolha. Principalmente para quem gosta de fazer essa leitura no meio da noite em uma casa deserta, como eu. Uhhhhhhhh...

Ao fechar o livro, após concluir sua leitura, fiquei com vontade de assistir ao filme. Ao ver seu trailer, fiquei ainda mais interessado em assisti-lo. Veja a seguir o trailer:

Fiquei com a certeza de que a produção nacional cinematográfica deve ser muito superior ao filme hollywoodiano "Ouija - O Jogo dos Espíritos". Pelo menos em relação à história. A trama (do livro) de "Diário de um Exorcista" é muitíssimo melhor do que o enredo do longa-metragem norte-americano. Ponto para a produção nacional!

Gostou deste post e do conteúdo do Blog Bonas Histórias? Se você é fã de literatura, deixe seu comentário aqui. Para acessar as demais críticas, clique em Livros. E aproveite para curtir a página do Bonas Histórias no Facebook.

#RenatoSiqueira #LucianoMilici #Terror #LiteraturaBrasileira #LiteraturaContemporânea #Suspense #Romance

A Editora Pomelo é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Dança & Expressão é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Eduardo Villela é Eduardo Villela é book advisor e parceiro do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
BonaBelle Design & Organização é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Epifania Conteúdo Inteligente é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Keli Quitutes

Bonas Histórias

O Bonas Histórias é o blog de literatura, cultura e entretenimento desenvolvido por Ricardo Bonacorci desde 2014. Com um conteúdo multicultural (literatura, cinema, música, teatro, exposição e gastronomia), o Blog Bonas Histórias analisa as boas histórias contadas no Brasil e no mundo.

bonashistorias.com.br

Ricardo Bonacorci

Nascido na cidade de São Paulo, Ricardo Bonacorci tem 39 anos e trabalha como publicitário, produtor de conteúdo, crítico literário e cultural, editor, escritor e pesquisador acadêmico. Ricardo é especialista em Administração de Empresas, pós-graduado em Gestão da Inovação, bacharel em Comunicação Social, licenciando em Letras-Português e pós-graduando em Formação de Escritores.  

Bonas Histórias | blog de literatura, cultura e entretenimento | bonashistorias.com.br

Blog de literatura, cultura e entretenimento