• Ricardo Bonacorci

Filmes: As Férias do Pequeno Nicolau - Para começar o ano rindo


Neste comecinho de ano, fui ao cinema com a minha irmã e com a minha mãe. Ou seja, o cineminha de ontem foi um programa de família. Fomos ao Reserva Cultura, um dos meus espaços favoritos para ver um bom filme. Escolhemos "As Férias do Pequeno Nicolau" (Les Vacances du Petit Nicolas: 2014), filme francês do diretor Laurent Tirard. Eu estava ansioso para ver esse longa-metragem desde o início de Dezembro, quando soube do seu lançamento aqui no Brasil. "As Férias do Pequeno Nicolau" é a continuação do aclamado "O Pequeno Nicolau" (Le Petit Nicolas: 2009), comédia dirigida pelo mesmo Laurent Tirard que foi sucesso mundial.

"O Pequeno Nicolau" é uma série francesa de histórias em quadrinhos escrita por René Goscinny e ilustrada por Jean-Jacques Sempé. Os quadrinhos da dupla, publicados entre 1956 e 1964, abordam o universo infantil do menino Nicolau de maneira bem humorada. O garoto está sempre causando confusão com suas relações com os adultos (com os pais, com os professores, com os vizinhos, etc.) e com as demais crianças (os amiguinhos, os colegas de escola, as namoradinhas, etc.).

A primeira transposição das histórias em quadrinhos de René Goscinny e Jean-Jacques Sempé para o cinema aconteceu em 2009. O Filme "O Pequeno Nicolau" é espetacular. Não me lembro de ter rido tanto quanto no dia em que assisti a esse filme. As aventuras de Nicolau e de seus colegas de escola são hilárias. Praticamente chorei de rir durante os 90 minutos do filme. Por isso, a minha expectativa com o lançamento no Brasil do filme com a segunda história do personagem francês era elevada. Chamado de "As Férias do Pequeno Nicolau", o longa-metragem aborda a viagem da família de Nicolau para o litoral da França.

Logo no começo do filme, percebe-se uma mudança importante: Nicolau cresceu um pouco. O ator anterior que interpretava Nicolau, Maxime Godart, foi substituído por Mathéo Boisselier. Apesar do elo emocional com a imagem de Maxime Godart e com o excelente trabalho realizado pelo ator mirim, o novato Mathéo Boisselier dá conta do recado, fazendo o telespectador esquecer rapidamente do antigo interprete. A presença dos mesmos atores que fizeram os pais do garoto na outra história ajuda na manutenção do clima de continuidade da obra (não é necessário ter assistido ao filme anterior para compreender este).

"As Férias do Pequeno Nicolau" é tão engraçada quanto o primeiro filme. Apesar do universo infantil ser retratado com incrível bom humor, esse é um filme para adultos e não para as crianças. Vi muitos meninos e meninas saírem da sessão de cinema um tanto frustrados, diferentemente dos adultos, que saíram encantados com a ironia, o humor e leveza da história. Posso garantir que as risadas ouvidas na sala de cinema eram todas dos adultos e nenhuma das crianças presentes.

O enredo desse filme é a viagem de Nicolau com os pais e a avó materna para a praia. A família vai aproveitar as férias de verão no litoral para descansar e se divertir. Antes de viajar, Nicolau recebe um beijo de sua "namoradinha" da escola e já se imagina casando com ela. No litoral, o garoto faz novos amigos e conhece uma menina um tanto estranha. Nicolau passa a acreditar que seus pais vão querer casá-lo com ela. Para evitar tal fatalidade, ele e seus novos amigos farão de tudo para afastar a menina e a família dela do hotel onde estão hospedados. Aí começam as confusões.

Apesar de ter achado "O Pequeno Nicolau" um pouco superior a "As Férias do Pequeno Nicolau", acredito que este será um dos filmes mais engraçados do ano. Quem quiser rir com a inocência, as travessuras e a imaginação do universo infantil, "As Férias do Pequeno Nicolau" é uma excelente opção. Já estou torcendo para o lançamento do terceiro filme da série. Não tenho notícias sobre a previsão da nova gravação, mas estou ansioso para que ela aconteça o mais rápido possível.

Veja o trailer de "As Férias do Pequeno Nicolau":

O que você achou deste post e do conteúdo do Blog Bonas Histórias? Não se esqueça de deixar seu comentário. Se você é fã de filmes novos ou antigos e deseja saber mais notícias da sétima arte, clique em Cinema. E aproveite também para curtir a página do Bonas Histórias no Facebook.

#LaurentTirard #RenéGoscinny #JeanJacquesSempé

A Editora Pomelo é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Dança & Expressão é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Eduardo Villela é Eduardo Villela é book advisor e parceiro do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
BonaBelle Design & Organização é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Epifania Conteúdo Inteligente é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Keli Quitutes

Bonas Histórias

O Bonas Histórias é o blog de literatura, cultura e entretenimento desenvolvido por Ricardo Bonacorci desde 2014. Com um conteúdo multicultural (literatura, cinema, música, teatro, exposição e gastronomia), o Blog Bonas Histórias analisa as boas histórias contadas no Brasil e no mundo.

bonashistorias.com.br

Ricardo Bonacorci

Nascido na cidade de São Paulo, Ricardo Bonacorci tem 39 anos e trabalha como publicitário, produtor de conteúdo, crítico literário e cultural, editor, escritor e pesquisador acadêmico. Ricardo é especialista em Administração de Empresas, pós-graduado em Gestão da Inovação, bacharel em Comunicação Social, licenciando em Letras-Português e pós-graduando em Formação de Escritores.  

Bonas Histórias | blog de literatura, cultura e entretenimento | bonashistorias.com.br

Blog de literatura, cultura e entretenimento