• Ricardo Bonacorci

Filmes: Jurassic World, O Mundo dos Dinossauros - Volta no tempo


Ontem eu tive a sensação de ter voltado mais de 20 anos no passado. Isto porque fui assistir ao filme "Jurassic World - O Mundo dos Dinossauros" (Jurassic World: 2015) no Cinemark do Shopping Tietê Plaza. Praticamente são duas décadas desde o dia em que fui ao cinema para ver "Jurassic Park: O Parque dos Dinossauros" de Steven Spielberg, o primeiro filme da série. Em 1993, eu tinha apenas doze anos e era um adolescente. Agora, em 2015, estou com barba e fios do cabelo brancos...

Dirigido por Colin Trevorrow (da comédia "Sem Segurança Nenhuma" de 2012) e estrelado por Chris Pratt (de "Guardiões da Galáxia", de 2014) e Bryce Dallas Howard (de "Além da Vida", de 2010), este longa-metragem é a continuação da saga da ilha destinada a abrigar dinossauros e a entreter turistas. Admito que não gosto muito de filmes de série. Geralmente, eu já me esqueci dos acontecimentos anteriores quando entro na sala de cinema para ver a continuação (afinal, são mais de vinte anos de intervalo em relação ao primeiro episódio - não assisti aos demais filmes da série). Mesmo assim, fui atraído por "Jurassic World" pela crítica positiva e pela excelente bilheteria das primeiras semanas. Se o pessoal está falando bem e se o público está indo às sessões para vê-lo, por que não conferir se o filme é mesmo bom?

A nova história se passa no mesmo Jurassic Park de outrora. Contudo, ele está agora maior, mais moderno e interessante. O problema é que os visitantes estão enjoados das atrações apresentadas. Depois de tanto tempo vendo dinossauros, nada mais é novidade para o exigente público. Para agradar os turistas, a equipe de cientistas chefiada pela doutora Claire (Bryce Dallas Howard) cria um novo tipo de dinossauro, maior e mais temido. Antes de apresentá-lo aos visitantes, o monstro consegue fugir do cativeiro, dando início à destruição do parque. Com o novo dinossauro solto livremente pela ilha, todos correm perigo de morte.

Como é possível ver, trata-se do mesmo roteiro do primeiro filme. As coincidências não param por aí. Duas crianças (Nick Robinson e Ty Simpkins) ficam soltas na ilha e são perseguidas pelos dinossauros. Cabe ao casal de mocinhos da trama, Claire e seu funcionário Owen (Chris Pratt), salvá-los. As perseguições e os vilões são quase idênticos ao do primeiro filme. Ver "Jurassic World - O Mundo dos Dinossauros" é ver uma versão moderna de "Jurassic Park: O Parque dos Dinossauros".

Mesmo percebendo esta imitação de roteiro, o filme tem boas cenas de ação e de aventura. Como é de se esperar em uma produção deste gênero, tudo acontece rapidamente e os personagens não ficam parados. Eles precisam fugir o tempo inteiro ou precisam salvar alguém. É adrenalina pura!

Como entretenimento, "Jurassic World - O Mundo dos Dinossauros" passa de ano com nota sete. Em relação à originalidade, a nota despenca para zero. Em se tratando de nostalgia, aí a avaliação sobe consideravelmente: dez! Ou seja, se você não viu o filme de 1993, assista a este sem problema nenhum. Se você já viu o anterior e deseja matar as saudades dos bons tempos do passado, veja este. Assim como eu, você será chacoalhado por lembranças antigas.

Veja o trailer de "Jurassic World - O Mundo dos Dinossauros":

O que você achou deste post e do conteúdo do Blog Bonas Histórias? Não se esqueça de deixar seu comentário. Se você é fã de filmes novos ou antigos e deseja saber mais notícias da sétima arte, clique em Cinema. E aproveite também para curtir a página do Bonas Histórias no Facebook.

#ColinTrevorrow

A Editora Pomelo é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Dança & Expressão é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Eduardo Villela é Eduardo Villela é book advisor e parceiro do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
BonaBelle Design & Organização é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Epifania Conteúdo Inteligente é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Keli Quitutes

Bonas Histórias

O Bonas Histórias é o blog de literatura, cultura e entretenimento desenvolvido por Ricardo Bonacorci desde 2014. Com um conteúdo multicultural (literatura, cinema, música, teatro, exposição e gastronomia), o Blog Bonas Histórias analisa as boas histórias contadas no Brasil e no mundo.

bonashistorias.com.br

Ricardo Bonacorci

Nascido na cidade de São Paulo, Ricardo Bonacorci tem 39 anos e trabalha como publicitário, produtor de conteúdo, crítico literário e cultural, editor, escritor e pesquisador acadêmico. Ricardo é especialista em Administração de Empresas, pós-graduado em Gestão da Inovação, bacharel em Comunicação Social, licenciando em Letras-Português e pós-graduando em Formação de Escritores.  

Bonas Histórias | blog de literatura, cultura e entretenimento | bonashistorias.com.br

Blog de literatura, cultura e entretenimento