• Ricardo Bonacorci

Livros: Seis Anos Depois - Harlan Coben e a busca do antigo amor


Eu li "Seis Anos Depois" (Arqueiro) em outubro do ano passado. Uma amiga me emprestou o livro em uma terça-feira dizendo: "Você precisa ler isto. É muito bom!". Até então eu não conhecia Harlan Coben e confiei na indicação dela. Dois dias depois, eu devolvia o livro para ela, reconhecendo suas palavras: "Realmente é muito bom. Um dos melhores livros de suspense que já li".

A história é sobre o romance mal resolvido de Jake Fisher e Natalie Avery. Eles se conheceram em um retiro de verão e se apaixonaram. O casal viveu os melhores meses de suas vidas enquanto estiveram juntos. Contudo, Natalie surpreendentemente resolveu terminar o namoro com Jake e imediatamente se casou com um ex-namorado. Jake não entendeu o comportamento da companheira, principalmente quando ela pediu, no dia do casamento dela, para que ele a deixasse em paz e jamais voltasse a procurá-la.

Jake respeitou o pedido da antiga namorada, apesar do coração partido. Trabalhando como professor universitário e vivendo no campus de uma universidade, ele jamais se esqueceu de Natalie e nunca compreendeu a atitude dela.

Seis anos mais tarde, Jake lê no obituário a notícia sobre a morte do marido de Natalie. Sua antiga namorada, portanto, estava viúva! Querendo saber como ela estava, o professor decide quebrar a promessa e vai ao enterro. Chegando lá ele descobre que a esposa do falecido é outra mulher e não a "sua" Natalie. O que teria acontecido com Natalie? Por que ela não estava mais casada com o antigo marido?

Ao investigar o caso por conta própria, Jake descobre que o casamento de Natalie foi uma armação e está envolto em um complexo jogo de mistério e suspense. Decidido a encontrar seu antigo amor, o professor irá atrás de Natalie, mesmo sendo expostos aos perigos que essa decisão implica

"Seis Anos Depois" é um livro excelente. O mistério do que aconteceu com Natalie e o suspense para ver se Jake irá conseguir localizá-la norteia toda a obra. Se você ler as primeiras páginas da publicação, você será automaticamente obrigado a ler todo o restante da história. Ela prende a sua atenção de uma forma que é impossível desgrudar do livro. Como a narrativa foi escrita em primeira pessoa (visão de Jake), o leitor fica refém da compreensão limitada do personagem principal, sofrendo com seu desespero, intrigado com suas dúvidas e desorientado pela falta de informações claras (que são repassadas a conta-gotas durante toda a trama).

O que mais gostei nesta obra, além do ambiente de mistério e de suspense, é a quantidade de reviravoltas presente nela. Nada parece ser o que é. Quem é bonzinho pode ser o vilão e o vilão pode se transformar em aliado. Além disso, as escolhas dos personagens não são tão óbvias quanto possamos imaginar a princípio.

A narrativa também tem boas cenas de ação, com brigas, tiros e perseguições, no melhor estilo trama-policial que Coben conhece bem. Por isso, o ritmo do livro é muito bom. Não há qualquer momento de tédio ou de marasmo. Sempre está acontecendo alguma coisa para prender a atenção do leitor.

No final da trama, as peças do quebra-cabeça se encaixam perfeitamente, por mais difíceis que tenham sido para achá-las e para juntá-las. Isso prova o quanto o Coben é um escritor criativo e preciso.

O ponto negativo é o excesso de romantismo da obra. O amor de Jake por Natalie e sua obcessão pela moça, às vezes, parecem meio piegas. Afinal, não parece muito lógico alguém ficar preso a um amor platônico por tanto tempo, se sujeitando a uma procura perigosa e desenfreada sem ter a certeza dos desejos da outra pessoa. Jake é o romântico à moda antiga, disposto a lutar e a morrer pela sua amada.

"Seis Anos Depois" é um belo livro. Vale a pena ser livro. Quem gosta de uma boa trama policial, com bastante mistério e suspense, com certeza, irá apreciar esta obra.

Gostou da seleção de autores e de obras do Desafio Literário? Que tal o Blog Bonas Histórias? Seja o(a) primeiro(a) a deixar um comentário aqui. Para saber mais sobre as Análises Literárias do blog, clique em Desafio Literário. E não deixe de curtir a página do Bonas Histórias no Facebook.

#HarlanCoben #Livros #Romance #RomancePolicial #Suspense #Thriller #LiteraturaNorteAmericana #LiteraturaContemporânea

A Editora Pomelo é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Dança & Expressão é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Eduardo Villela é Eduardo Villela é book advisor e parceiro do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
BonaBelle Design & Organização é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Epifania Conteúdo Inteligente é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Keli Quitutes

Bonas Histórias

O Bonas Histórias é o blog de literatura, cultura e entretenimento desenvolvido por Ricardo Bonacorci desde 2014. Com um conteúdo multicultural (literatura, cinema, música, teatro, exposição e gastronomia), o Blog Bonas Histórias analisa as boas histórias contadas no Brasil e no mundo.

bonashistorias.com.br

Ricardo Bonacorci

Nascido na cidade de São Paulo, Ricardo Bonacorci tem 39 anos e trabalha como publicitário, produtor de conteúdo, crítico literário e cultural, editor, escritor e pesquisador acadêmico. Ricardo é especialista em Administração de Empresas, pós-graduado em Gestão da Inovação, bacharel em Comunicação Social, licenciando em Letras-Português e pós-graduando em Formação de Escritores.  

Bonas Histórias | blog de literatura, cultura e entretenimento | bonashistorias.com.br

Blog de literatura, cultura e entretenimento