• Ricardo Bonacorci

Filmes: Meu Passado Me Condena 2 - A boa comédia nacional


Nesta segunda-feira, dia 9 de novembro, aproveitei a promoção da rede Cinemark chamada "Projeta Brasil" para assistir a mais um filme brasileiro. Esta é a 16a edição desta ação promocional de incentivo ao cinema nacional. O valor do ingresso para os vários filmes brasileiros disponíveis era de apenas R$ 3,00. Fui ao shopping Tietê Plaza e acabei escolhendo "Meu Passado Me Condena 2" (2015). Acreditem: dos títulos disponíveis, este era o único que tive coragem de ver. As melhores produções, eu já tinha assistido, sobrando apenas as tranqueiras.

"Meu Passado Me Condena 2" foi dirigido por Júlia Resende, diretora do primeiro filme da série e de "Ponte Aérea" (2014), e contou com as atuações de Fábio Porchat, Miá Mello, Marcelo Valle, Inez Viana e Rafael Queiroga, todos precedentes da versão original. Rodado a maior parte no interior de Portugal, o longa-metragem consegue divertir o público. O humor gira em torno do relacionamento do casal de protagonistas.

Na história de "Meu Passado Me Condena 2", Fábio e Miá (os personagens têm os mesmos nomes dos atores) já estão casados há três anos (no primeiro filme, eles tinham acabado de se casar e saíram de lua de mel em uma viagem marítima). O longo tempo de convívio fez o relacionamento descambar. Os vilões, neste caso, são a rotina e os problemas triviais dos matrimônios (a bermuda jogada no sofá, a falta de grana, as saídas com os amigos, os planos distintos do casal, etc). Miá reclama que o marido é imaturo, bagunceiro, não tem uma profissão de respeito, ganha pouco e se esquece de todos os compromissos importantes, desde pagar a conta de luz até a celebração do aniversário do casamento deles. Fábio, por sua vez, se incomoda com o fato da esposa viver reclamando de tudo e ser muito mandona. Ela também não teria senso de humor nem disposição para sair da rotina, focando demais no trabalho e renegando a vida doméstica.

Com tantas diferenças e conflitos, Miá resolve comunicar a separação do casal. Chocado com a decisão da esposa, Fábio aproveita a ligação do avô informando a morte da avó para evitar a concretização dos desejos da sua mulher. Se dizendo abalado com a notícia e precisando visitar a família em Portugal, o marido pede o adiamento da separação e exige a companhia da esposa durante a viagem à Europa. Sensibilizada, Miá aceita ir.

A viagem irá colocar definitivamente o relacionamento do casal à prova. Fábio vê a viagem como a chance de evitar a separação e conquistar novamente o amor da Miá. Porém, a jornada por terras lusitanas também pode evidenciar ainda mais a diferença entre o casal e decretar de uma vez por todas o rompimento do matrimônio.

O filme é engraçado. Achei-o do mesmo nível do filme original. Como não assisti a nenhum episódio da série do Multishow, não vi a peça teatral nem li o livro ("Meu passado Me Condena" é uma história multiplataforma, sendo contada simultaneamente no cinema, na televisão, no teatro e na literatura), não posso afirmar que o filme é melhor ou pior do que as histórias contadas nas outras plataformas.

O humor do filme (assim como o drama) é baseado nos conflitos de relacionamento do jovem casal de protagonistas. Há boas cenas e é possível dar várias risadas durante as quase duas horas de duração da produção. As diferenças entre o cotidiano e a vida de brasileiros e portugueses, apesar de cheia de clichês, também conferem alguma graça ao enredo.

A fotografia do longa-metragem é muito boa. Júlia Resende conseguiu extrair o melhor dos cenários e das paisagens portuguesas. Filmado na Quinta de Sant'Ana, no Gradil, e em Sortelha, um vilarejo perto da Serra da Estrela com apenas duas centenas de habitantes, o filme retrata muito bem a vida tradicional e bucólica destas localidades no interior de Portugal.

Destaque para a atuação da dupla de atores portugueses: Ricardo Pereira (interpretando Álvaro) e Mafalda Rodiles (vivendo Ritinha). Apesar deles não serem tão engraçados quanto os brasileiros, eles conseguiram conferir ba dramaticidade a história.

"Meu Passado Me Condena 2" conseguiu atrair mais de 2,5 milhões de expectadores para as salas de cinema do país. Para quem gosta de filmes leves e engraçadinhos (os famosos "água com açúcar"), este é um prato cheio. Eu gostei. Ainda mais por R$ 3,00... Por este preço, não tenho coragem de criticá-lo negativamente.

Veja o trailer de "Meu Passado Me Condena 2":

O que você achou deste post e do conteúdo do Blog Bonas Histórias? Não se esqueça de deixar seu comentário. Se você é fã de filmes novos ou antigos e deseja saber mais notícias da sétima arte, clique em Cinema. E aproveite também para curtir a página do Bonas Histórias no Facebook.

#JúliaResende #FábioPorchat #MiáMello

A Editora Pomelo é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Dança & Expressão é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Eduardo Villela é Eduardo Villela é book advisor e parceiro do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
BonaBelle Design & Organização é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Epifania Conteúdo Inteligente é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Keli Quitutes

Bonas Histórias

O Bonas Histórias é o blog de literatura, cultura e entretenimento desenvolvido por Ricardo Bonacorci desde 2014. Com um conteúdo multicultural (literatura, cinema, música, teatro, exposição e gastronomia), o Blog Bonas Histórias analisa as boas histórias contadas no Brasil e no mundo.

bonashistorias.com.br

Ricardo Bonacorci

Nascido na cidade de São Paulo, Ricardo Bonacorci tem 39 anos e trabalha como publicitário, produtor de conteúdo, crítico literário e cultural, editor, escritor e pesquisador acadêmico. Ricardo é especialista em Administração de Empresas, pós-graduado em Gestão da Inovação, bacharel em Comunicação Social, licenciando em Letras-Português e pós-graduando em Formação de Escritores.  

Bonas Histórias | blog de literatura, cultura e entretenimento | bonashistorias.com.br

Blog de literatura, cultura e entretenimento