• Ricardo Bonacorci

Filmes: No Coração do Mar - Melhor do que Moby Dick


Neste final de semana, fui ao cinema para assistir "No Coração do Mar" (In the Heart of the Sea: 2015). E que experiência incrível é este novo filme de Ron Howard! Se o diretor norte-americano conseguiu deixar a plateia com o coração na mão em "Rush - No Limite da Emoção" (Rush: 2013) e conseguiu emocionar o público em "Mente Brilhante" (A Beautiful Mind: 2001), ele repete o feito agora ao juntar estas duas características em um único longa-metragem. A tensão, a adrenalina, o drama e o suspense norteiam as mais de duas horas da nova produção cinematográfica.

"No Coração do Mar" é baseado na verdadeira história do navio baleeiro Essex, que inspirou o escritor Herman Melville a escrever o clássico "Moby Dick" (Cosac Naify). Em 1820, o navio foi afundado após um ataque de uma baleia branca no sul do Oceano Pacífico. Apenas uma pequena parte da sua tripulação conseguiu regressar, anos depois, aos Estados Unidos. Contudo, a história verdadeira do que aconteceu no mar nunca foi revelada. Nenhum dos sobreviventes aceitou contar o que de fato aconteceu antes e depois do desastre com o Essex.

Isto é, até Thomas Nickerson (interpretado por Brendan Gleeson), o integrante mais jovem daquela tributação e, no momento quando o filme acontece, o único tripulante ainda vivo, resolve contar o que vivenciou. Já idoso, Thomas Nickerson aceita os pedidos insistentes do jovem escritor Herman Melville (Ben Whishaw) e narra pela primeira vez na vida os episódios que resultaram na destruição do Essex em pleno mar.

Na história do velho marujo, sobressaem os conflitos entre o inexperiente e arrogante capitão George Pollard (Benjamin Walker) e o carismático primeiro oficial da embarcação Owen Chase (Chris Hemsworth). A disputa entre ambos e a falta de baleias nos mares onde estavam habituados a caçar levam o navio para o distante Pacífico Sul. É lá que a tripulação do Essex encontrará a tão temível baleia branca que inspirará o relato de "Moby Dick".

Mesmo quem leu o clássico literário irá se surpreender com a história do filme. "No Coração do Mar" não é uma narrativa do livro de Melville e sim o relato da história real que inspirou a obra de Melville. E, por mais incrível que possa parecer, a realidade, neste caso, supera a ficção. A narrativa do longa-metragem é eletrizante do início ao fim. O expectador fica agarrado na cadeira do cinema o tempo inteiro. A luta dos tripulantes do navio baleeiro, seja contra as tempestades do mar, contra a baleia assassina ou contra o período passado à deriva, emocionam o público.

Como aliado a uma narrativa poderosa e inquietante (o vai e volta do presente e do passado dão um tempero a mais nos relatos do velho Thomas Nickerson), temos uma fotografia primorosa. Nunca uma viagem pelo mar se revelou tão encantadora. As paisagens do navio no oceano são deslumbrantes. As cenas de perseguição das baleias são incríveis, de tirar o fôlego!

O desempenho dos atores também merece citação honrosa. Benjamin Walker e Chris Hemsworth estão impecáveis como os jovens líderes da embarcação. A conversa noturna entre Brendan Gleeson e Ben Whishaw sobre o que aconteceu no passado também é incrível. Não pode passar batido o quanto os atores que interpretaram os marinheiros do baleeiro precisaram emagrecer para dar credibilidade ao sofrimento de ficarem sem água e sem comida após o naufrágio do navio. Na Internet, há várias fotos, por exemplo, do quanto Chris Hemsworth precisou emagrecer. O elenco do filme fez uma dieta em que consumiram entre 500 e 600 calorias por dia para perder peso tão rapidamente. Um esforço que valeu a pena.

Desde já, "No Coração do Mar" já se candidata a ser um dos fortes favoritos ao Oscar de 2016. E por mais curioso que possa parecer, o longa-metragem é até mais interessante do que o livro "Moby Dick". Se o clássico literário é longo, maçante, muito descritivo e com pouca ação efetiva, no filme de Ron Howard acontece o contrário. Pensei que nunca fosse dizer isso em minha vida, mas o filme é muito melhor do que o livro do qual foi inspirado.

Veja o trailer de "No Coração do Mar":

O que você achou deste post e do conteúdo do Blog Bonas Histórias? Não se esqueça de deixar seu comentário. Se você é fã de filmes novos ou antigos e deseja saber mais notícias da sétima arte, clique em Cinema. E aproveite também para curtir a página do Bonas Histórias no Facebook.

#RonHoward #HermanMelville

A Editora Pomelo é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Dança & Expressão é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Eduardo Villela é Eduardo Villela é book advisor e parceiro do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
BonaBelle Design & Organização é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Epifania Conteúdo Inteligente é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Keli Quitutes

Bonas Histórias

O Bonas Histórias é o blog de literatura, cultura e entretenimento desenvolvido por Ricardo Bonacorci desde 2014. Com um conteúdo multicultural (literatura, cinema, música, teatro, exposição e gastronomia), o Blog Bonas Histórias analisa as boas histórias contadas no Brasil e no mundo.

bonashistorias.com.br

Ricardo Bonacorci

Nascido na cidade de São Paulo, Ricardo Bonacorci tem 39 anos e trabalha como publicitário, produtor de conteúdo, crítico literário e cultural, editor, escritor e pesquisador acadêmico. Ricardo é especialista em Administração de Empresas, pós-graduado em Gestão da Inovação, bacharel em Comunicação Social, licenciando em Letras-Português e pós-graduando em Formação de Escritores.  

Bonas Histórias | blog de literatura, cultura e entretenimento | bonashistorias.com.br

Blog de literatura, cultura e entretenimento