• Ricardo Bonacorci

Filmes: O Presente - A boa estreia de Joel Edgerton no suspense


No final de 2015, após ver o trailer no cinema de dois filmes que iriam ser lançados neste ano, fiquei empolgadíssimo, aguardando ansiosamente suas estreias. E não é que elas aconteceram quase que simultaneamente. Foi difícil me decidir entre “O Presente” (The Gift: 2015) e “Boneco do Mal” (The Boy: 2016). Acabei optando, nesta semana, pelo primeiro por um motivo simples: ele estava saindo do circuito e essa poderia ser a última chance de vê-lo na telona. O segundo, por sua vez, tinha acabado de chegar aos cinemas e eu teria, assim, mais algumas semanas de prazo para conferi-lo.

“O Presente” é o longa-metragem de estreia do ator australiano Joel Edgerton na direção. Ele ficou conhecido pelas atuações como Ramses em “Êxodo: Deuses e Reis” (Exodus - Gods And Kings: 2014) e como Tom Buchanan em “O Grande Gatsby” (The Great Gatsby: 2013). Além de dirigir “O Presente”, Edgerton também atua nessa produção. Ao seu lado estão Jason Bateman e Rebecca Hall.

Neste filme, temos um casal bem-sucedido, formado por Simon (Jason Bateman) e Robyn (Rebecca Hall). Eles se casaram a pouco tempo e estão de mudança para uma nova cidade. Após escolherem uma bela casa, eles vão fazer compras. Em uma das lojas, Simon encontra Gordo (Joel Edgerton), um antigo amigo de infância. Após uma conversa protocolar, Simon e Gordo se despedem.

No dia seguinte, Gordo envia um presente ao antigo amigo na nova residência deste. Os moradores ficam surpresos ao perceber que Gordo sabia o endereço. Nas semanas seguintes, Gordo passa a visitar o casal. Ele também passa a enviar constantemente presentes aos moradores daquele lar. Enquanto Simon fica cada vez mais incomodado com as visitas e os presentes do antigo colega de escola, Robyn se afeiçoava pelo excêntrico amigo do marido. Gordo, aos olhos de Robyn, apesar da sua pouca habilidade social, é uma boa pessoa. Contudo, um segredo do passado irá provocar grandes reviravoltas nessa história, mudando a opinião dos personagens.

O que mais gostei desse filme foi a atuação de Joel Edgerton, tanto na direção quanto interpretando o misterioso Gordo. É difícil apontar onde o australiano se sai melhor. Jason Bateman, muito atrelado às comédias românticas, também está muito bem em um papel no qual ele não está tão acostumado a desempenhar. Nessa hora, percebe-se seu talento interpretativo.

Outro ponto que chama a atenção é o enredo. O longa-metragem é recheado de surpresas e reviravoltas na trama. Em determinado momento, não é possível saber quem é o “mocinho” e quem é o “vilão” dessa história. O final da trama também é surpreendente, não sendo possível prevê-lo de antemão. O final aberto (com múltiplas interpretações) ajuda a elevar a qualidade do filme. Ou seja, trata-se de um ótimo suspense.

O principal ponto negativo é que, em determinados momentos, o filme se torna um pouco parado. Algumas cenas são arrastadas, conferindo uma certa sensação de tédio. Rebecca Hall também parece pouco à vontade no papel de Robyn.

Apesar de alguns deslizes, um aqui e outro ali, gostei muito de “O Presente”. Agora é conferir o “Boneco do Mal” e saber qual deles é melhor: o suspense de hoje ou o filme de terror de amanhã.

Veja o trailer de "O Presente":

O que você achou deste post e do conteúdo do Blog Bonas Histórias? Não se esqueça de deixar seu comentário. Se você é fã de filmes novos ou antigos e deseja saber mais notícias da sétima arte, clique em Cinema. E aproveite também para curtir a página do Bonas Histórias no Facebook.

#JoelEdgerton #JasonBateman #RebeccaHall

A Editora Pomelo é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Dança & Expressão é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Eduardo Villela é Eduardo Villela é book advisor e parceiro do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
BonaBelle Design & Organização é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Epifania Conteúdo Inteligente é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Keli Quitutes

Bonas Histórias

O Bonas Histórias é o blog de literatura, cultura e entretenimento desenvolvido por Ricardo Bonacorci desde 2014. Com um conteúdo multicultural (literatura, cinema, música, teatro, exposição e gastronomia), o Blog Bonas Histórias analisa as boas histórias contadas no Brasil e no mundo.

bonashistorias.com.br

Ricardo Bonacorci

Nascido na cidade de São Paulo, Ricardo Bonacorci tem 39 anos e trabalha como publicitário, produtor de conteúdo, crítico literário e cultural, editor, escritor e pesquisador acadêmico. Ricardo é especialista em Administração de Empresas, pós-graduado em Gestão da Inovação, bacharel em Comunicação Social, licenciando em Letras-Português e pós-graduando em Formação de Escritores.  

Bonas Histórias | blog de literatura, cultura e entretenimento | bonashistorias.com.br

Blog de literatura, cultura e entretenimento