• Ricardo Bonacorci

Livros: Inverdades - Os contos de André Sant'anna sobre os vícios dos famosos


Ontem, li uma coletânea de contos curiosa. "Inverdades" (7 Letras) é o livro de André Sant'anna que aborda com sagacidade os mais populares vícios humanos: bebidas, drogas, sexo e poder. Ao inserir personalidades reais e conhecidas do grande público (músicos, políticos, jogadores de futebol, atores, dramaturgos, etc.) em situações fictícias e extremamente delicadas, o autor consegue imprimir, ao mesmo tempo, drama e humor a acontecimentos que poderiam muito bem ter se passado no mundo real, mas pertencem exclusivamente ao universo da literatura. Exatamente por essa linha tênue, o escritor explica ironicamente no prefácio: "Qualquer semelhança com fatos reais, neste livro, é mera coincidência. As pessoas citadas não existem e nunca existiram. Eu também não existo".

Publicado em 2009, "Inverdades" é o quinto livro de André Sant'Anna. Além de escritor, André trabalha como publicitário e roteirista. Por muitos anos, ele também foi músico e compositor. Contrabaixista da banda carioca "Tal e Qual" nas décadas de 1980 e 1990, André Sant'Anna passou a se dedicar efetivamente à literatura após sua saída do grupo. Suas três primeiras obras foram "Amor" (Oito e Meio), de 1998, "Sexo" (7 Letras), de 1999, e "Amor e Outras Histórias" (Cotovia), de 2001. Filho de Sérgio Sant'anna, um dos contistas mais famosos da segunda metade do século XX e autor de obras-primas como "Senhorita Simpson" (Companhia das Letras) e de "O Sobrevivente" (Edições Estória), André parece ter herdado o talento do pai.

"Inverdades" possui 15 contos distribuídos em 66 páginas. "Lula, Lá, de Novo" é a primeira narrativa da obra. Nessa história, acompanhamos o Presidente da República no Réveillon entre o primeiro e o segundo mandato. Na festa, ele se encontra com seus principais adversários na campanha eleitoral e com antigos amigos da época do sindicato. "Só os Fenômenos São Felizes" mostra a primeira vez em que Ronaldo Fenômeno, ainda um garoto pobre e desconhecido do subúrbio fluminense, se encontrou com Daniela Cicarelli, uma famosa modelo. Em "A Mulher Mais Doidona e Inteligente do Planeta", temos uma curiosa projeção da vida de Marilyn Monroe se ela não tivesse morrido prematuramente aos 36 anos de idade.

"Um Brinde à Paz" retrata a visita de George W. Bush a um pub londrino. O presidente norte-americano fica bêbedo e conversa animadamente com outro cliente do estabelecimento, um rapaz muçulmano. Em "Bitches Brew", o quinto conto do livro, temos uma curiosa conversa entre Duke Ellington e Miles Davis em um cemitério. Os dois músicos já falecidos cogitam recrutar um novo integrante para sua banda. "Você Já Experimentou" mostra os detalhes da última noite da vida do guitarrista Jimi Hendrix. A única coisa que ele queria era experimentar novos sons, mas foi impedido pelos fãs.

"Nothing Is Real" retrata a visita dos Beatles ao Palácio de Buckingham. Enquanto aguardam a cerimônia em que serão apresentados à família real, os meninos de Liverpool conversam sobre drogas e sexo. Em "Bird e Algo", temos o dilema de Charlie Parker: ser um grande músico e viver drogado ou ser um homem sóbrio sem a magia da música? "Simpatia Pelo Demônio" mostra ao leitor o dia em que Luciana Gimenez e Mick Jagger se conheceram. "Quem Ele Pensa Que É?", o décimo conto de "Inverdades", aborda um famoso show de João Gilberto na perspectiva do músico e de alguns famosos que estavam na plateia naquela noite. "She's Leaving Home" é a carta de Sandy aos pais. A jovem cantora resolveu fugir com um amor misterioso. Cansada da vida de estrela, ela desistiu da carreira artística.

"Eu Te Amo" aborda a vida de Roberto Carlos, Erasmo Carlos e Tim Maia no Rio de Janeiro antes da fama. O trio fazia músicas para aplacar a dor por não ser amado pelas mulheres desejadas. "Gases" faz uma relação entre "O Casamento", romance de Nelson Rodrigues, de 1966, e a rotina de um escritor no século XXI. "O Povo Estava Todo Lá" é uma crônica bem-humorada do que se passa em um camarote do Carnaval do Rio de Janeiro frequentado por celebridades. E no "O Fim" temos novamente as divagações de Luís sobre o tempo em que ele passou no cargo de presidente do Brasil.

"Inverdades" é um livro com poucas páginas e de uma leitura extremamente rápida. É possível concluí-lo em cerca de uma hora. O que mais gostei nesta obra foi o seu humor inteligente. André Sant'anna diverte e comove o leitor ao apresentar personalidades famosas em situações corriqueiras e tensas. Todos os protagonistas dos contos são pessoas abaladas por um tipo de vício. A mistura de realidade e ficção nos faz perguntar na maioria das vezes: isso é verdadeiro ou não?

O livro de André é um retrato nu e cru das patologias humanas. Os diferentes vícios (sexo, drogas, álcool, poder, etc.) são descritos por pessoas inseridas no mundo artístico. O glamour de viver sobre os holofotes da mídia e a tensão de estar sob constante julgamento do público cobram, por vezes, um preço salgado de mais: o surgimento de patologias e de fixações. De perto, nenhum artista parece normal (e quem é normal de perto, hein?).

Gostei muito deste livro. André Sant'anna é sagaz ao trazer personagens e fatos extraídos de jornais e revistas para o universo da ficção. Com uma pitadinha de literariedade, episódios do mundo das celebridades entram nas páginas dos contos com força e graça. "Inverdades" é muito engraçado e comovente.

Gostou deste post e do conteúdo do Blog Bonas Histórias? Se você é fã de literatura, deixe seu comentário aqui. Para acessar as demais críticas, clique em Livros. E aproveite para curtir a página do Bonas Histórias no Facebook.

#AndréSantanna #LiteraturaBrasileira #LiteraturaContemporânea #ColetâneadeContos

A Editora Pomelo é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Dança & Expressão é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Eduardo Villela é Eduardo Villela é book advisor e parceiro do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
BonaBelle Design & Organização é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Epifania Conteúdo Inteligente é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Keli Quitutes

Bonas Histórias

O Bonas Histórias é o blog de literatura, cultura e entretenimento desenvolvido por Ricardo Bonacorci desde 2014. Com um conteúdo multicultural (literatura, cinema, música, teatro, exposição e gastronomia), o Blog Bonas Histórias analisa as boas histórias contadas no Brasil e no mundo.

bonashistorias.com.br

Ricardo Bonacorci

Nascido na cidade de São Paulo, Ricardo Bonacorci tem 39 anos e trabalha como publicitário, produtor de conteúdo, crítico literário e cultural, editor, escritor e pesquisador acadêmico. Ricardo é especialista em Administração de Empresas, pós-graduado em Gestão da Inovação, bacharel em Comunicação Social, licenciando em Letras-Português e pós-graduando em Formação de Escritores.  

Bonas Histórias | blog de literatura, cultura e entretenimento | bonashistorias.com.br

Blog de literatura, cultura e entretenimento