• Ricardo Bonacorci

Filmes: Um Tira da Pesada - Ação policial da década de 1980


Revi ontem “Um Tira da Pesada” (Beverly Hills Cop: 1984), filme que marcou a infância e a adolescência daqueles que nasceram nos primeiros anos da década de 1980. Por muito tempo, essa era uma opção certeira para a Rede Globo exibir na “Sessão da Tarde”. Essa comédia-ação, estrelada por Eddie Murphy em início de carreira e dirigida por Martin Brest, foi um sucesso tão retumbante que gerou mais duas sequências nos anos seguintes (1987 e 1993). O quarto e último episódio da série, "Um Tira da Pesada 4" (Beverly Hills Cop IV: 2006), com Eddie Murphy novamente interpretando seu personagem mais conhecido, será lançado nesse ano, devendo chegar aos cinemas brasileiros nos próximos meses.

“Um Tira da Pesada” foi o responsável por lançar Eddie Murphy, que viera da televisão (era do elenco do programa Saturday Night Live), ao estrelato no cinema. Apesar de ter ganhado o Globo de Ouro como ator revelação dois anos antes com o filme “48 Horas” (48 hrs: 1982), foi no longa-metragem de Martin Brest que o comediante seria alçado ao posto de um dos principais atores de Hollywood durante os anos de 1980 e 1990.

Brest como diretor também deixou sua marca no cinema contemporâneo. Apesar de ter dirigido apenas meia dúzia de produções, a maioria delas obteve grande êxito, seja de crítica ou de bilheteria. São dele, por exemplo, “Perfume de Mulher” (Scent of a Woman: 1992) e “Encontro Marcado” (Meet Joe Black: 1998).

Em “Um Tira da Pesada”, conhecemos o policial Axel Foley (Eddie Murphy) da cidade de Detroit. Ele possui um comportamento não convencional para uma profissão um tanto conservadora. Isso traz muitos problemas a ele (e também para seus colegas e, principalmente, para seus superiores). Seu chefe está para demiti-lo quando um amigo antigo de Foley chega à cidade. Mikey Tandino (James Russo) conheceu o policial na adolescência, porém acabou enveredando para o lado do crime. Mesmo estando em lados opostos, os amigos mantiveram a amizade ao longo do tempo.

Em seu retorno a Detroit, Mikey Tandino é assassinado misteriosamente. Vendo que a polícia local não estava muito preocupada em desvendar o crime, Axel Foley inicia uma investigação particular. O chefe o proíbe de se envolver neste caso, mesmo assim o polêmico policial parte para descobrir o que realmente aconteceu com o amigo. As primeiras pistas indicam que os assassinos viram de Beverly Hills, onde Mikey morava nos últimos anos.

É em Los Angeles que a maior parte da história se desenrola. Investigando o assassinato do amigo, o policial Foley provoca uma série de confusões pela cidade. Chega um determinado momento em que todo mundo corre atrás dele, da polícia aos criminosos locais. Destaque para a dupla de policiais de Beverly Hills que é encarregada de vigiar o abusado forasteiro. Os detetives William 'Billy' Rosewood (Judge Reinhold) e John Taggart (John Ashton) vivem um caso de amor e ódio com o rapaz vindo de Detroit. Como os métodos de trabalho deles são completamente diferentes (os policiais de Beverly Hills respeitam as leis e as regras, enquanto o de Detroit não), isso gera vários episódios inusitados e hilários.

O filme é ótimo. Ele tem vários elementos que o tornam cativante: trilha sonora sensacional, personagens divertidos, uma trama envolvente e muita ação (perseguições e tiros). Além disso, há cenas muitos engraçadas. Eddie Murphy tem o time certo das piadas e consegue criar um clima especial para as situações mais embaraçosas. Judge Reinhold e John Ashton são ótimos coadjuvantes, conseguindo deixar o filme ainda mais engraçado.

Quem deseja conhecer um pouco mais os filmes de ação da década de 1980, essa é uma boa escolha. Sem recursos tecnológicos e sem efeitos especiais, a trama é toda ela construída com boas cenas e situações divertidas. O roteiro é excelente, mostrando a sagacidade de Daniel Petrie Junior, de "Uma Dupla Quase Perfeita" (Tumer & Hooch: 1989) e "Um Maluco no Exército" (In The Army Now: 1994).

Gostei tanto de rever esse filme que estou até planejando assistir outra vez as suas continuações. Assim, estarei preparado para conferir "Um Tira da Pesada 4" quando estrear nos cinemas por aqui.

Veja o Trailer de "Um Tira da Pesada":

O que você achou deste post e do conteúdo do Blog Bonas Histórias? Não se esqueça de deixar seu comentário. Se você é fã de filmes novos ou antigos e deseja saber mais notícias da sétima arte, clique em Cinema. E aproveite também para curtir a página do Bonas Histórias no Facebook.

#EddieMurphy #MartinBrest

A Editora Pomelo é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Dança & Expressão é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Eduardo Villela é Eduardo Villela é book advisor e parceiro do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
BonaBelle Design & Organização é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Epifania Conteúdo Inteligente é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Keli Quitutes

Bonas Histórias

O Bonas Histórias é o blog de literatura, cultura e entretenimento desenvolvido por Ricardo Bonacorci desde 2014. Com um conteúdo multicultural (literatura, cinema, música, teatro, exposição e gastronomia), o Blog Bonas Histórias analisa as boas histórias contadas no Brasil e no mundo.

bonashistorias.com.br

Ricardo Bonacorci

Nascido na cidade de São Paulo, Ricardo Bonacorci tem 39 anos e trabalha como publicitário, produtor de conteúdo, crítico literário e cultural, editor, escritor e pesquisador acadêmico. Ricardo é especialista em Administração de Empresas, pós-graduado em Gestão da Inovação, bacharel em Comunicação Social, licenciando em Letras-Português e pós-graduando em Formação de Escritores.  

Bonas Histórias | blog de literatura, cultura e entretenimento | bonashistorias.com.br

Blog de literatura, cultura e entretenimento