• Ricardo Bonacorci

Filmes: Pacto Sinistro - Patricia Highsmith por Alfred Hitchcock


Assisti, nessa quarta-feira à noite, à "Pacto Sinistro" (Strangers on a Train: 1951). Baseado no romance homônimo de Patricia Highsmith (autora de thrillers criminais como a série Ripliad do personagem Thomas Ripley), o filme teve a direção de Alfred Hitchcock, o mestre do suspense. O longa-metragem, estrelado por Farley Granger, Robert Walker e Ruth Roman, foi indicado ao Oscar de melhor fotografia em 1952.

Em "Pacto Sinistro", o jogador de tênis Guy Haines (interpretado por Farley Granger) conhece Bruno Antony (Robert Walker), filho de um milionário, durante uma viagem de trem. Bruno mostra saber tudo sobre a vida do tenista, sendo muito indiscreto em sua abordagem. Guy não consegue se desvencilhar do desconhecido e os dois vão almoçar em um dos vagões privados da composição. Durante a refeição, Bruno mostra ser um vadio e um tanto desequilibrado mentalmente.

Inadvertidamente, o esportista admite estar namorando Anne Morton (Ruth Roman), filha de um senador, mas não pode se casar com ela. A antiga esposa dele, Miriam (Kasey Rogers), que o traiu, não aceita a separação e deseja se aproveitar da situação para faturar algum dinheiro. Ao mesmo tempo, Bruno explica que odeia o pai, que exige que ele trabalhe e seja alguém na vida.

Após as lamentações de ambos, Bruno propõe um plano macabro: e se cada um assassinasse a pessoa que provoca a infelicidade ao outro? Segundo o filho do milionário, o plano é perfeito. Ninguém iria desconfiar da autoria dos assassinatos. Se Bruno matasse a esposa de Guy e Guy matasse o pai de Bruno, a polícia jamais desconfiaria deles. Afinal, eles não iriam ganhar nada com o crime praticado diretamente. Para se livrar do lunático e parecer polido, Guy afirma gostar do plano, se despedindo de Bruno e desembarcando na estação. O que era para ser um gesto meramente educado foi interpretado como uma aprovação da proposta.

Para surpresa do tenista, Bruno coloca a primeira parte do plano em prática e mata a ex-mulher de Guy. Assustado com o assassinato e com a abertura de uma investigação policial, Guy ainda tem mais um problema: Bruno exige que ele cumpra sua parte no acordo, caso contrário irá contar para a polícia que ele era o mentor do assassinado da ex-mulher. O que Guy deve fazer? Ele fica em uma sinuca de bico.

"Pacto Sinistro" é um belo filme. O suspense sobre o que vai acontecer e como Guy Haines vai lidar com a situação norteia todo o drama. A tensão permanece do início ao fim. Trata-se, portanto, do melhor de Alfred Hitchcock. O mestre do suspense consegue deixar a plateia com o coração na mão durante a uma hora e meia de produção. Não é à toa que "Pacto Sinistro" se tornou um clássico da sétima arte com a temática "viagem de trem".

O estilo do filme, como era típico dos longas-metragens de suspense na década de 1950, é noir. Com sombras até mesmo durante as cenas diurnas, contraste acentuado entre claro e escuro, iluminação low key e uso de ângulos de câmera não convencionais, a dramaticidade da história se acentua consideravelmente.

Outro ponto positivo dessa produção é a atuação de Robert Walker. Ele está magistral no papel de Bruno Antony. Sua fisionomia debochada e paranoica torna seu personagem ainda mais assustador, capaz de qualquer coisa para conseguir seus objetivos. É impossível não se emocionar com sua interpretação.

E o que dizer da cena final rodada no parque de diversões? Na metade do século passado, Hitchcock conseguiu filmar um carrossel desgovernado, colocando os personagens principais em perigo. Com qual tecnologia ele fez isso para deixar tão verossímil a cena? A resposta: não utilizou efeitos especiais. O que vemos realmente aconteceu, em uma corajosa decisão do diretor. É de tirar o chapéu.

Legal também acompanhar a partida de tênis já no trecho final do filme. Muito bem filmado e editado, o jogo mostra-se completamente diferente ao praticado hoje em dia. Os tenistas procuram atuar o tempo inteiro avançando até a rede e utilizam quase que apenas a empunhadura continental. Ao ver essas cenas, me lembrei do livro "6/0 Dicas do Fino" (Generale) de Fernando Meligeni, no qual ele cita essas características nos primórdios da modalidade.

Gostei muito de "Pacto Sinistro". Quem estiver procurando uma boa história de suspense e um ótimo longa-metragem de ação, acredito que essa seja uma opção interessante. É sempre bom ver ou rever Hitchcock.

Veja o trailer de "Pacto Sinistro":

O que você achou deste post e do conteúdo do Blog Bonas Histórias? Não se esqueça de deixar seu comentário. Se você é fã de filmes novos ou antigos e deseja saber mais notícias da sétima arte, clique em Cinema. E aproveite também para curtir a página do Bonas Histórias no Facebook.

#PatriciaHighsmith #AlfredHitchcock #FarleyGranger #RobertWalker #RuthRoman

A Editora Pomelo é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Dança & Expressão é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Eduardo Villela é Eduardo Villela é book advisor e parceiro do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
BonaBelle Design & Organização é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Epifania Conteúdo Inteligente é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Keli Quitutes

Bonas Histórias

O Bonas Histórias é o blog de literatura, cultura e entretenimento desenvolvido por Ricardo Bonacorci desde 2014. Com um conteúdo multicultural (literatura, cinema, música, teatro, exposição e gastronomia), o Blog Bonas Histórias analisa as boas histórias contadas no Brasil e no mundo.

bonashistorias.com.br

Ricardo Bonacorci

Nascido na cidade de São Paulo, Ricardo Bonacorci tem 39 anos e trabalha como publicitário, produtor de conteúdo, crítico literário e cultural, editor, escritor e pesquisador acadêmico. Ricardo é especialista em Administração de Empresas, pós-graduado em Gestão da Inovação, bacharel em Comunicação Social, licenciando em Letras-Português e pós-graduando em Formação de Escritores.  

Bonas Histórias | blog de literatura, cultura e entretenimento | bonashistorias.com.br

Blog de literatura, cultura e entretenimento