• Ricardo Bonacorci

Exposições: Construções Sensíveis - O Concretismo latino-americano


Na semana retrasada, fui à Galeria de Arte do Centro Cultural da FIESP, na Avenida Paulista, para conferir a exposição "Construções Sensíveis - A Experiência Geométrica Latino-Americana". As obras da mostra, em cartaz desde 18 de abril, são da coleção Ella Fontanals-Cisneros e possuem a curadoria de Rodolfo de Athayde e Ania Rodrigues.

A proposta desta exposição é apresentar o legado das várias vertentes do concretismo e do neoconcretismo latino-americano durante o século XX. Por isso, há obras de artistas brasileiros, argentinos, uruguaios, colombianos, venezuelanos, cubanos e mexicanos criadas desde a década de 1930. Ao todo são 124 peças expostas, abrangendo pinturas, desenhos, obras sobre papel, esculturas, objetos, fotografias e vídeos.

Por mais que essas criações sejam independentes e tenham sido criadas em contextos específicos dos seus países, ficam nítidas as influências e os diálogos entre elas. Estão ali os trabalhos criados pelo grupo capitaneado pelo uruguaio Joaquín Torres-Garcia, pelo grupo argentino liderado por Madi, pelos brasileiros Lygia Clark e Hélio Oiticica, pelo colombiano Edgar Negret, pelos mexicanos Mathias Goeritz e Gunther Gerzso e pelo grupo mexicano Diez Pintores Concretos.

Destaque também para as fotografias de Thomaz Farkas e Geraldo de Barros e para as criações do movimento da arte óptica e da arte cinética. Quem gosta da rivalidade entre o grupo paulista Ruptura, de 1952, e o grupo carioca Manifesto Neoconcreto, de 1959, irá adorar a seção específica da mostra que se dedica a apresentar as diferenças e as semelhanças destas duas concepções artísticas.

O resultado é um show de formas geométricas e de efeitos visuais que encantam o público. Até mesmo quem não possui o olhar treinado para apreciar este tipo de arte irá gostar dos efeitos visuais proporcionados por ela. Neste sentido, a melhor parte da exposição, pelo menos para mim, é aquela dedicada à arte cinética e à arte óptica. Sou fã deste tipo de pintura e de escultura.

Outra seção muito boa é a que apresenta fotografias do Foto Cine Clube Bandeirante, grupo paulista criado em 1939 que pretendia expor a pulsante e crescente industrialização de São Paulo. As imagens em que o grupo retrata a explosão demográfica e econômica da capital do estado durante a metade do século XX é de tirar o fôlego.

"Construções Sensíveis - A Experiência Geométrica Latino-Americana" impressiona pela extensa quantidade de obras expostas, pela variedade de artistas contemplados e pela qualidade do acervo. Acredito que esta seja a mostra mais completa dos últimos anos sobre o concretismo e neoconcretismo de nosso continente.

Esta exposição ficará em cartaz até 18 de junho. Ou seja, os interessados têm mais três semanas para conferi-la. Para percorrer toda a mostra sem atropelo, é preciso reservar de uma hora à uma hora e meia. A entrada é gratuita e a Galeria de Arte do Centro Cultural FIESP abre diariamente das 10h às 20h. Quem gosta do concretismo e do neoconcretismo ou deseja aprender mais sobre este estilo artístico não pode perder "Construções Sensíveis - A Experiência Geométrica Latino-Americana".

Gostou deste post e do conteúdo do Bonas Histórias? Deixe sua opinião sobre as matérias do blog. Para acessar as demais análises desta coluna, clique em Exposições. E não se esqueça de curtir a página do blog no Facebook.

#Exposição #Mostra #ArtesPlásticas #Concretismo #Neoconcretismo #JoaquínTorresGarcia #Madi #LygiaClark #HélioOiticica #EdgarNegret #MathiasGoeritz #GuntherGerzso #DiezPintoresConcretos

A Editora Pomelo é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Dança & Expressão é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Eduardo Villela é Eduardo Villela é book advisor e parceiro do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
BonaBelle Design & Organização é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Epifania Conteúdo Inteligente é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Keli Quitutes

Bonas Histórias

O Bonas Histórias é o blog de literatura, cultura e entretenimento desenvolvido por Ricardo Bonacorci desde 2014. Com um conteúdo multicultural (literatura, cinema, música, teatro, exposição e gastronomia), o Blog Bonas Histórias analisa as boas histórias contadas no Brasil e no mundo.

bonashistorias.com.br

Ricardo Bonacorci

Nascido na cidade de São Paulo, Ricardo Bonacorci tem 39 anos e trabalha como publicitário, produtor de conteúdo, crítico literário e cultural, editor, escritor e pesquisador acadêmico. Ricardo é especialista em Administração de Empresas, pós-graduado em Gestão da Inovação, bacharel em Comunicação Social, licenciando em Letras-Português e pós-graduando em Formação de Escritores.  

Bonas Histórias | blog de literatura, cultura e entretenimento | bonashistorias.com.br

Blog de literatura, cultura e entretenimento