• Ricardo Bonacorci

Contos: Diálogos Urbanos - Comentários


Diálogos Urbanos: Controle Remoto

Vocês estão falando sobre algo que deveria ficar apenas na intimidade do casal. Não dá para afirmarmos se houve ou não traição. Parece que o povo gosta das desgraças nas casas dos outros. Para mim, ela não pulou a cerca e ponto final. Não acho que ela iria trair aquele marido lindo dela com aquele cara feio e sem graça da novela. Vocês notaram que ele tem a boca maior do que o rosto e um corpo de franguinho pirracento? Só os que têm dor de cotovelo podem escrever essas barbaridades sobre ela. Mulher invejada por seu talento, sua beleza e seu sucesso. Felicidades para você e sua família, minha diva!!!

O pessoal só está falando isso porque ela é linda e contracena com ele na novela que não está bem de audiência. Ele sim deve ter traído a esposa com várias outras. Mas não com ela. Ela é gatíssima, deve ser assediada o tempo inteiro por esses atores metidos a gostosões. Ainda mais esse daí que já pegou uma colega de elenco e acha que pegaria ela também. Coitado desse caboclo, jogou a reputação dele e da família na lama. Nunca mais deveria fazer novela. Se tivesse um pouco de vergonha na cara ou fosse homem de verdade, viria a público dizer a verdade e não bancar o covardão. Até na vida real, você é um péssimo ator. Muito ruim!!!

Não caíam nas mentiras dos fofoqueiros de plantão. As pessoas são mesmo muito maldosas. Só porque o cara se separou depois de pegar ela na novela, ficam inventando coisinhas. Não se pode misturar trabalho com relação afetiva. O marido dela deveria saber disso já que ela já tinha feito muitos trabalhos desse tipo antes do casamento. Vida de atriz é assim mesmo: precisa ficar nua na frente de todos e tem que dar para um monte de homem em cena. Se o marido dela é um cara ciumento, que não se casasse com uma mulher linda e obrigada a se sujeitar a esse trabalho. Deixem o cara em paz, porque amanhã ele bate o carro e vão dizer que é culpa dos nossos comentários.

A ilusão da relação monogâmica exclusivista, assim como todas as ilusões necessárias para a convivência em sociedade, como crença em seres míticos, a alegria com eventos folclóricos tradicionais, a fuga da realidade com o uso de entorpecentes (álcool e medicações inclusos), são uma conditio sine qua non para o ser humano no atual estágio evolutivo.

Entendo muito bem o que o marido dela está passando. Já fui apaixonado por uma garota muito parecida e que tinha os mesmos comportamentos. É incrível como somos inclinados a acreditar nas explicações mais estapafúrdias que esses rostinhos de anjo nos dão. Só posso dizer que esse rapaz apenas adiou a imensa dor que uma hora ou outra irá passar. Muitas vezes, acabamos perdoando as mulheres com sorrisos bonitos por medo de as perdermos para sempre. No fundo, sabemos a verdade, mas não queremos acreditar no que nossos corações insistem em não ver.

Que essa conversa dela com o marido tenha acontecido me parece óbvio. Onde já se viu o país inteiro discutir a traição dela e o maridão ficar quietinho a noite no outro lado da cama? Isso não existe! Acho até que não foi conversinha que eles tiveram. O jornalista escreveu “conversa forte”. Isso me parece um eufemismo. Deve ter sido aquelas brigas de fazer gato e cachorro saírem correndo de casa. O cara tem que tirar satisfações mesmo da mulher. Chegar junto, questioná-la. Certa vez, minha esposa chegou em casa de madrugada em uma Saveiro. Uma Saveiro! Fiquei indignado. Aí fui logo perguntando de quem era aquele carro. Ela disse: amor, é o Uber. Acreditei, né? Mulher séria chega de Uber em casa de madrugada, mesmo sendo de Saveiro. Não que os motoristas de Uber não aprontem, mas precisamos acreditar na honestidade deles.

A melhor coisa do mundo é você poder se casar com um manso... Ele não vai se abalar nunca com nada. O casal de fato viverá até ficar velhinho! O amor é lindo! A única dúvida que tenho é: eu conto para ele ou vocês mesmo contam? Ahahahahahah. A água de salsicha não tem nenhum talento e precisa polemizar para estar na mídia. Quanto ao marido, a vida é feita de escolhas. Se o cara aceita esse tipo de mulher tá tudo certo! Só não venha reclamar depois.

Resumo da novela de hoje: o marido dela foi chifrado, mas para o bem da imagem dos dois é melhor eles continuarem juntos, ao menos nas aparências. Vamos ver daqui há alguns meses se ela foi perdoada mesmo. A única dúvida é o tamanho do galho na cabeça dele. Porque o amor é lindo e ele é aquele tipo de marido que não vê um elefante branco passando do seu lado. Sabe de nada inocente!

Comentários de Ricardo Bonacorci

Isso é que é maridão. Além de rico, é manso de tudo. Eu queria um assim lá em casa. O otário não consegue nem se defender sozinho. Mas o chifre não deve doer muito na cabeça dele. Afinal, o que é uma surubinha a mais ou a menos para esses artistas de TV? O que é um galhinho em uma floresta Amazônica, hein? O importante é ser feliz. O pior cego é aquele que não quer ver. Como diria o Coronel Candinho, personagem famoso do Chico Anysio, teve explicação tudo bem, mas se não tiver, é shlep, shlep, shlep. Chifre é como consórcio, um dia você será contemplado.

O mais triste não é ver as pessoas ocupando-se com a vida alheia. O mais triste é ver pessoas julgando outras desta maneira. Deus está vendo. E o diabo também. E o pior de tudo é que ninguém tem nada a ver com isso. Nem conhecer as pessoas da notícia eles conhecem e se acham no direito de opinar. Ninguém tira da minha cabeça que quem comenta esses assuntos são homens casados com mulheres feias. Vão cuidar de suas vidas e deixem os problemas do casal para eles mesmos cuidarem.

A verdadeira história passa longe da infidelidade conjugal. Ela pode estar no fato de tudo isso ser uma artimanha para tentar alavancar a audiência da próxima novela. Tenham certeza de que a história real está bem camuflada. Por que o pessoal se preocupa apenas com o marido dela? E o ponto de vista da esposa dele, ninguém se interessa em ouvir? Por que a traída não vem a público e diz o que pensa disso tudo? Acho que isso é machismo da nossa sociedade e do jornalismo de maneira geral. As pessoas se preocupam apenas com o corno e nunca com a corna.

Tá faltando matéria aí????? Se quiserem, podemos dar sugestões de pauta. Não faltam assuntos relevantes para serem discutidos no site. Se houve ou não traição, isto não vai mudar em nada a minha vida (e acredite, nem a sua). O que me impressionou mesmo foi a convicção com que o jornalista escreveu a matéria. Se são pessoas próximas ao casal que noticiaram os fatos ocorridos na casa deles, como o repórter mesmo diz, eles não vão ficar dando detalhes sobre um assunto tão particular. O cara deve ter colocado uma câmera escondida na mansão para ter tamanha certeza disso ou inventou tudinho. E depois o povão fica comentando a notícia por horas, dias, semanas.

Meu Deus, ainda estão falando desse assunto?! Afffff.

Ok, mas que ele deve ter levado chifre, isso deve. Chifre é um negócio que é colocado apenas na cabeça dos outros. Só quem ama tem ouvido capaz de ouvir e entender as estrelas da televisão e do cinema. Bilac, que saudades do seu tempo....

Ma che ctaso!!!!!! O assunto é particular do casal. Pode isso, Arnaldo?!?! A conversa foi séria. Mas ele demorou a se pronunciar. Se passarem o Réveillon casados para mim já será uma grande surpresa.

As duas colocações do pronome "onde" estão incorretas. Cadê a revisão do texto, minha gente?! Por que deixam jornalistas analfabetos escreverem nesse site? Depois a imprensa entra em crise e ninguém sabe o porquê.

Não nos precipitemos. Deixemos o barco navegar porque a viagem é longa!

Gostou deste post e do conteúdo do Bonas Histórias? Compartilhe sua opinião conosco. Para acessar outras narrativas do blog, clique em Contos & Crônicas. E não se esqueça de curtir a página do Bonas Histórias no Facebook.

#SérieNarrativa #EscritaNãoCriativa #conto

A Editora Pomelo é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Dança & Expressão é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Eduardo Villela é Eduardo Villela é book advisor e parceiro do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento

Bonas Histórias

O Bonas Histórias é o blog de literatura, cultura e entretenimento desenvolvido por Ricardo Bonacorci desde 2014. Com um conteúdo multicultural (literatura, cinema, música, teatro, exposição e gastronomia), o Blog Bonas Histórias analisa as boas histórias contadas no Brasil e no mundo.

bonashistorias.com.br

Ricardo Bonacorci

Nascido na cidade de São Paulo, Ricardo Bonacorci tem 39 anos e trabalha como publicitário, produtor de conteúdo, crítico literário e cultural, editor, escritor e pesquisador acadêmico. Ricardo é especialista em Administração de Empresas, pós-graduado em Gestão da Inovação, bacharel em Comunicação Social, licenciando em Letras-Português e pós-graduando em Formação de Escritores.  

Mandarina é a livraria diferenciada que está localizada em Pinheiros, na cidade de São Paulo
BonaBelle Design & Organização é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Epifania Comunicação Integrada é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento