• Ricardo Bonacorci

Mercado Editorial: As ficções mais vendidas no Brasil em 2019


Em fevereiro, divulguei na coluna Mercado Editorial os dez livros mais vendidos no Brasil em 2019. Desde 2015, faço as medições dos sucessos editoriais e as divulgo no Bonas Histórias. Mensurar o êxito comercial das publicações é uma maneira de compreender tanto o que as editoras e os autores estão oferecendo de interessante quanto as nuances do gosto dos leitores. E mais uma vez tivemos, no topo do último ranking dos livros mais comercializados em nosso país, o predomínio de títulos de autoajuda, obras religiosas e produções de celebridades da Internet. Como sou apaixonado pela ficção literária, fiquei me perguntando quais seriam os best-sellers dessa categoria. Afinal, não tivemos nenhum romance, nenhuma novela e nenhuma coletânea de contos entre as obras mais vendidas no Brasil entre janeiro e dezembro de 2019. Durmamos com mais essa aterradora notícia sobre as preferências dos nossos conterrâneos.


Para formular o novo ranking das ficções mais vendidas do Oiapoque ao Chuí, utilizei os dados do PublishNews, a fonte mais confiável atualmente do mercado editorial do nosso país. Segundo o PublishNews, dos dez livros ficcionais mais exitosos da última temporada, tivemos seis obras estrangeiras e quatro brasileiras. Apesar de ainda ser minoria, os títulos nacionais tiveram, em 2019, o melhor desempenho proporcional dos últimos cinco anos. Vale a pena lembrar que em 2018, do top 10 da ficção, apenas três foram títulos brasileiros. Em 2017 e 2015, a coisa foi pior: não tivemos nenhuma publicação nacional na parte mais alta desse ranking. E em 2016 e em 2014, tivemos, respectivamente, uma e duas obras brasileiras entre os dez mais vendidos.


O romance mais comprado pelos brasileiros em 2019 foi “A Garota do Lago” (Faro Editorial), do norte-americano Charlie Donlea. Publicado nos Estados Unidos em 2016, este thriller policial chegou ao Brasil um ano mais tarde. Depois de apresentar ótima vendagem desde o seu lançamento, no ano passado as vendas desse título de Donlea explodiram de vez por aqui - foram mais de 90 mil unidades comercializadas. Em segundo lugar vem um velho conhecido da lista dos mais vendidos: Augusto Cury. Seu novo sucesso é “Prisioneiros da Mente” (HarperCollins), romance de 2018 que se aproximou de 70 mil unidades comercializadas no ano passado.


Na sequência do ranking dos best-sellers da ficção, temos pouquíssimas novidades. “O Conto da Aia” (Rocco), de Margaret Atwood, “Textos Cruéis Demais para Serem Lidos Rapidamente” (Globo Alt), de Igor Pires da Silva e Gabriela Barreira, “O Homem de Giz” (Intrínseca), de C. J. Tudor, “A Revolução dos Bichos” (Companhia das Letras) e “1984” (Companhia das Letras), ambos de George Orwell, são velhos frequentadores da lista dos maiores sucessos do PublishNews. Prova disso é que a maioria dessas obras já foi analisada na coluna Livros – Crítica Literária aqui no Bonas Histórias.

Surpresa mesmo (positiva, claro!) foram os aparecimentos de “Eleanor & Park” (Novo Século), do norte-americano Rainbow Rowell (sétima posição com 37 mil exemplares vendidos), e “Essa Gente” (Companhia das Letras), de Chico Buarque (décima posição com 27 mil unidades comercializadas). Apesar de veteranos no ofício, os dois escritores debutaram no ano passado nas primeiras posições. Muito legal ver o trabalho literário de Chico sendo reconhecido também pelos leitores após a conquista do Prêmio Camões.


Veja, a seguir, o ranking dos 10 livros ficcionais mais vendidos no Brasil em 2019, segundo o PublishNews:


1º) “A Garota do Lago” (Faro Editorial) - Charlie Donlea (Estados Unidos) - 94 mil unidades vendidas.


2º) “Prisioneiros da Mente” (HarperCollins) - Augusto Cury (Brasil) - 69 mil unidades vendidas.


3º) “O Conto da Aia” (Rocco) - Margaret Atwood (Canadá) - 60 mil unidades vendidas.


4º) “Textos Cruéis Demais para Serem Lidos Rapidamente” (Globo Alt) - Igor Pires da Silva e Gabriela Barreira (Brasil) - 58 mil unidades vendidas.


5º) “O Homem de Giz” (Intrínseca) - C. J. Tudor (Inglaterra) - 52 mil unidades vendidas.


6º) “A Revolução dos Bichos” (Companhia das Letras) - George Orwell (Inglaterra) - 45 mil unidades vendidas.


7º) “Eleanor & Park” (Novo Século) – Rainbow Rowell (Estados Unidos) - 37 mil unidades vendidas.


8º) “Textos Cruéis Demais Para Serem Lidos Rapidamente: Onde Dorme o Amor” (Globo Alt) - Igor Pires da Silva, Gabriela Barreira, Leticia Nazareth e Malu Moreira (Brasil) - 37 mil unidades vendidas.


9º) “1984” (Companhia das Letras) - George Orwell (Inglaterra) - 28 mil unidades vendidas.


10º) “Essa Gente” (Companhia das Letras) - Chico Buarque (Brasil) - 27 mil unidades vendidas.


Gostou deste post e do conteúdo do Blog Bonas Histórias? Se você se interessa por informações do mercado editorial, deixe aqui seu comentário. Para acessar outras notícias dessa área, clique em Mercado Editorial. E aproveite para curtir a página do Bonas Histórias no Facebook.

A Editora Pomelo é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Dança & Expressão é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Eduardo Villela é Eduardo Villela é book advisor e parceiro do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
BonaBelle Design & Organização é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Epifania Conteúdo Inteligente é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Keli Quitutes

Bonas Histórias

O Bonas Histórias é o blog de literatura, cultura e entretenimento desenvolvido por Ricardo Bonacorci desde 2014. Com um conteúdo multicultural (literatura, cinema, música, teatro, exposição e gastronomia), o Blog Bonas Histórias analisa as boas histórias contadas no Brasil e no mundo.

bonashistorias.com.br

Ricardo Bonacorci

Nascido na cidade de São Paulo, Ricardo Bonacorci tem 39 anos e trabalha como publicitário, produtor de conteúdo, crítico literário e cultural, editor, escritor e pesquisador acadêmico. Ricardo é especialista em Administração de Empresas, pós-graduado em Gestão da Inovação, bacharel em Comunicação Social, licenciando em Letras-Português e pós-graduando em Formação de Escritores.  

Bonas Histórias | blog de literatura, cultura e entretenimento | bonashistorias.com.br

Blog de literatura, cultura e entretenimento