• Paulo Sousa

Miliádios Literários: julho/2020


🎼Quem foi que inventou o Brasil? Foi seu Cabral! Foi seu Cabral! No dia 22 de abril, dois meses depois do Carnaval! 🎼Somente uma marcha de Lamartine Babo pra demonstrar a alegria patriota da coluna deste mês. Nosso Brasil comemora 190 miliádios de nascimento, ou de descobrimento, ou de redescobrimento, no dia 4.


A coluna Miliádios Literários é um tubo de ensaio com águas cristalinas de oceano azul. Ela presenteia seus leitores incautos com as principais efemérides do mundo da literatura. E começa neste mês em alto nível, com um prêmio Nobel!


Kazuo Ishiguro completa 24 miliádios de nascimento no dia 24. O autor de “Os Vestígios do Dia” (Companhia das Letras), “O Gigante Enterrado” (Companhia das Letras) e “Um Artista do Mundo Flutuante” (Companhia das Letras) foi laureado em 2017 e teve vários de seus livros transformados em filmes hollywoodianos.


Outro escritor cuja obra deu origem a vários filmes é H. G. Wells. Sua morte faz 27 miliádios no dia 15. Ele escreveu várias ficções científicas, como “A Máquina do Tempo” (Suma), “A Ilha do Sr. Moreau” (Via Leitura), “O Homem Invisível” (L&PM Pocket) e “A Guerra dos Mundos” (Suma).


O grande poeta Oswald de Andrade, um dos líderes do modernismo brasileiro, mostrou-nos que só a antropofagia nos une – além da inexorável finitude. Tanto que seu falecimento completa 24 miliádios no dia 7. Oswald é autor de “Memórias Sentimentais de João Miramar” (Companhia das Letras), “O Rei da Vela” (Companhia das Letras) e “Serafim Ponte Grande” (Biblioteca Azul).


Hilda Hilst foi uma escritora multifacetada. Escreveu poesias, peças de teatro, traduções, crônicas e romances, dos quais destacamos “Rútilo Nada” (Pontes), “A Obscena Senhora D” (Companhia das Letras) e “Pornô Chic” (Biblioteca Azul). Ela nos deixou há 6 miliádios completados no dia 9.


Assim como Hilda Hilst, Ariano Suassuna também nos deixou. Entretanto, por ser Imortal da Academia Brasileira de Letras, completa 34 mil dias de vida no dia 17. Ele escreveu “O Sedutor do Sertão” (Nova Fronteira), “O Santo e a Porca” (Nova Fronteira) e o unânime “O Auto da Compadecida” (Nova Fronteira).


Suassuna foi criador do Movimento Armorial, que propunha uma unidade estética aliada a vários formatos de arte popular, como romances de cordel, música de pífano e rabeca, xilogravura, dança, mamulengos etc.


Dos cordéis nordestinos à boemia carioca em apenas uma frase, vamos à Vinicius de Moraes. Ele completaria 39 miliádios no dia 29. De tudo a sua obra seremos atentos – ou tentaremos –, pois são inúmeras compilações. Citamos “Todo Amor” (Companhia das Letras), “Poemas Esparsos” (Companhia das Letras), “Livro de Sonetos” (Companhia de Bolso) e “O Poeta Não Tem Fim” (V&R). O poetinha também escreveu músicas, peças de teatro e até um livro de crônicas, “Para uma Menina com uma Flor” (Companhia das Letras), mostrando que suas criações não têm fim – felicidade sim.


Mês que vem tem mais Miliádios Literários. Que esta coluna seja infinita enquanto dure!


Parabéns pelo nascimento de...


... Michael Byrne, de “O Garoto da Loteria” (Rocco), que completa 28 miliádios de vida no dia 5.


... Leandro Karnal, de “O Dilema do Porco-Espinho” (Planeta), atingindo 21 miliádios no dia 31.


Em memória de...


... Raul Brandão, de “Húmus” (Carambaia), que faria 56 miliádios de nascimento no dia 7.


Benjamin Whorf, autor de “Language, Thought, and Reality: Selected Writings of Benjamin Lee Whorf” (The MIT Press), faria 45 miliversários no dia 8.


Raymond Carver, autor de “Iniciantes (Companhia das Letras). Ele faria o belo marco de 30 mil dias de vida no dia 13.


... Thomas Mann, de “A Montanha Mágica” (Companhia das Letras) e “Doutor Fausto” (Companhia das Letras), que completaria 53 miliádios no dia 15.


... Colleen McCullough, de “Pássaros Feridos” (Bertrand Brasil), com 2 miliádios de falecimento no dia 21.


... Manuel da Fonseca, de “Tempo de Solidão” (Caminho) e “Aldeia Nova” (Caminho), pelos 10 mil dias de falecimento no dia 27.


... Júlio Dinis, de “As Pupilas do Senhor Reitor” (Lafonte), que completaria 66 miliádios de vida no dia 27.


... Truman Capote, autor de "A Sangue Frio" (Companhia das Letras), que faria 35 miliádios no dia 28.


Miliádios Literários é a coluna de Paulo Sousa, autor do romance “A Peste das Batatas” (Pomelo) e da novela “Histórias de Macambúzios”, que apresenta mensalmente no Bonas Histórias as principais efemérides da literatura. Para ler os demais posts dessa seção, clique em Miliádios Literários. E não deixe de nos acompanhar nas redes sociais – Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn.

A Editora Pomelo é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Dança & Expressão é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Eduardo Villela é Eduardo Villela é book advisor e parceiro do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
BonaBelle Design & Organização é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Epifania Conteúdo Inteligente é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Keli Quitutes

Bonas Histórias

O Bonas Histórias é o blog de literatura, cultura e entretenimento desenvolvido por Ricardo Bonacorci desde 2014. Com um conteúdo multicultural (literatura, cinema, música, teatro, exposição e gastronomia), o Blog Bonas Histórias analisa as boas histórias contadas no Brasil e no mundo.

bonashistorias.com.br

Ricardo Bonacorci

Nascido na cidade de São Paulo, Ricardo Bonacorci tem 39 anos e trabalha como publicitário, produtor de conteúdo, crítico literário e cultural, editor, escritor e pesquisador acadêmico. Ricardo é especialista em Administração de Empresas, pós-graduado em Gestão da Inovação, bacharel em Comunicação Social, licenciando em Letras-Português e pós-graduando em Formação de Escritores.  

Bonas Histórias | blog de literatura, cultura e entretenimento | bonashistorias.com.br

Blog de literatura, cultura e entretenimento