• Ricardo Bonacorci

Mercado Editorial: Livros - Lançamentos em julho e agosto de 2020


A vida vai voltando ao normal. Pouco a pouco, aqui e acolá, tudo parece retornar aos trilhos. Ora mais ora menos, a locomotiva chamada rotina já parece funcionar como antes para muita gente. No mercado editorial não é diferente. As livrarias reabriram nas principais cidades brasileiras. As editoras retomaram projetos interrompidos. Os escritores voltaram a entregar originais aos editores. Novos títulos já são vistos nas prateleiras das lojas. Feiras e eventos literários outrora cancelados foram reagendados. E (quem diria?!) os leitores, até então ressabiados, já se mostram mais animados para embarcar em novas compras. É a roda voltando a girar e as melancias se ajeitando no balanço da carroça.


Contudo, quando analisamos os livros lançados neste bimestre no Brasil, notamos que os resquícios da parada dos negócios dos últimos meses ainda são evidentes no mercado editorial. Em julho e agosto de 2020, por exemplo, as publicações de novas obras foram muito menores do que no ano passado. Até aí nenhuma surpresa. O problema principal é outro. A maioria dos títulos que chegou às livrarias é, infelizmente, composta de relançamentos (livros antigos que ganharam novas roupagens). Isso se aplica tanto à ficção nacional quanto à literatura internacional. Novidade mesmo é ainda artigo raro nas prateleiras. Tenhamos um pouquinho de paciência, por favor!


Para você não perder os principais lançamentos do mercado editorial (mesmo quando não temos tantas novidades quanto gostaríamos), preparei uma lista com os novos livros que chegaram às livrarias brasileiras nos últimos dois meses. Entre os títulos ficcionais (romances, novelas, coletâneas de contos e de crônicas, ensaios e literatura infantojuvenil) e as coletâneas poéticas, foram publicadas, em nosso país, 55 obras em julho e agosto. Confira, a seguir, minha listagem:


Ficção Brasileira:


“A Tensão Superficial do Tempo” (Todavia) – Cristóvão Tezza – Romance – 272 páginas.

“Quincas Borba” (Editora Unesp) – Machado de Assis – Romance – 254 páginas.

“Menino de Engenho” (Global) – José Lins do Rego – Romance – 144 páginas.

“Triste Fim de Policarpo Quaresma” (Editora Unesp) – Lima Barreto – Romance – 248 páginas.

“O Sedutor do Sertão” (Nova Fronteira) – Ariano Suassuna – Romance – 248 páginas.

“As Confissões de Frei Abóbora” (Melhoramentos) – José Mauro de Vasconcelos – Romance – 416 páginas.

“Talvez Ela Não Precise de Mim: Diários de Uma Mãe em Quarentena” (Todavia) – Ana Virginia Baloussier – Novela – 80 páginas.

“Quando o Sangue Sobe à Cabeça” (Lote 42) – Anna Muylaert – Coletânea de contos – 136 páginas.

“Entre Amar e Morrer, Eu Escolho Sofrer: Um Conto da Pandemia” (Todavia) – Sacolinha – Conto– 40 páginas.

“Machado de Assis Afrodescendente” (Malê) – Machado de Assis – Coletânea de crônicas – 352 páginas.

“De Paris” (Alameda) – Domício da Gama – Coletânea de crônicas – 430 páginas.

“O Sorriso do Leão” (Rua do Sabão) – Leonardo Garzaro – Literatura Infantojuvenil – 320 páginas.

“Perdido na Amazônia 1: Dan Contra a Terrível Doutora Nova” (Global) – Toni Brandão – Literatura Infantojuvenil – 176 páginas.

“O Pomo Dourado” (Avá) – Kaiser Dias Schwarcz – Literatura Infantojuvenil – 48 páginas.

“(Des)apontado” (Amelí) – Edith Chacon & Priscilla Ballarin – Literatura Infantojuvenil – 32 páginas.

“A Lesma e a Linha” (Editora do Brasil) – Bia Villela – Literatura Infantojuvenil – 24 páginas.

“Pontos de Interrogação” (Global) – Tatiana Belinky – Literatura Infantojuvenil – 24 páginas.

“O Elefante e o Urubu – Um Encontro com a Leveza” (Saíra Editorial) – Mauro Pereira Alvim – Literatura Infantojuvenil – 21 páginas.

“O Macaco” (Global) – Mary França & Lucas França – Literatura Infantojuvenil – 16 páginas.

“Soltei o Pum no Banho” (Companhia das Letrinhas) – Blandina Franco & José Carlos Lollo – Literatura Infantojuvenil – 10 páginas.

Ficção Estrangeira:


“As Outras Pessoas” (Intrínseca) – C. J. Tudor (Inglaterra) – Romance – 304 páginas.

“Bluebird, Bluebird” (Vestígio) – Attica Locke (Estados Unidos) – Romance – 304 páginas.

“A Casa Holandesa” (Intrínseca) – Ann Patchett (Estados Unidos) – Romance – 240 páginas.

“Hereges de Duna” (Aleph) – Frank Herbert (Estados Unidos) – Romance – 568 páginas.

“Damas da Lua” (Moinhos) – Jokha Alharthi (Omã) – Romance – 240 páginas.

“Com Amor, Creekwood” (Intrínseca) – Becky Albertalli (Estados Unidos) – Rop mance – 144 páginas.

“O Tempo em Marte” (Aleph) – Philip K. Dick (Estados Unidos) – Romance – 320 páginas.

“Trânsito” (Todavia) – Rachel Cusk (Canadá) – Romance – 200 páginas.

“Tom Clancy´s The Division: Broken Dawn” (Galera) – Alex Irvine (Estados Unidos) – Romance – 308 páginas.

“O Caderno de Receitas do Meu Pai” (Bertrand Brasil) – Jacky Durand (França) – Romance – 168 páginas.

“A Morte de Ivan Ilitch” (Antofágica) – Liev Tolstói (Rússia) – Romance – 312 páginas.

“Estrela Vermelha: Uma Utopia” (Boitempo) – Alelsandr Bogdánov (Rússia) – Romance – 184 páginas.

“Histórias Extraordinárias” (Editora Unesp) – Edgar Allan Poe (Estados Unidos) – Romance – 254 páginas.

“A Relíquia” (Editora Unesp) – Eça de Queirós (Portugal) – Romance – 256 páginas.

“A Cidade Ene” (Kalinka) – Leonid Dobýtchin (Rússia) – Romance – 142 páginas.

“O Idiota” (Editora 34) – Fiódor Dostoiévski (Rússia) – Romance – 712 páginas.

“O Amante” (Tusquets) – Marguerite Duras (França) – Romance – 128 páginas.

“Fragmentos de Um Diário Encontrado” (Hedra) – Mikhail Sebastian (Romênia) – Novela – 96 páginas.

“Contos” (Editora Unesp) – Guy de Maupassant (França) – Coletânea de Contos – 152 páginas.

“Coraline” (Intrínseca) – Neil Gaiman (Inglaterra) – Literatura Infantojuvenil – 224 páginas.

“O Homem-cão: O Confronto Selvagem” (Companhia das Letrinhas) – Dav Pilkey (Estados Unidos) – Literatura Infantojuvenil – 224 páginas.

“Fada Mamãe e Eu 2” (Galera Junior) – Sophie Kinsella (Inglaterra) – Literatura Infantojuvenil – 176 páginas.

“Eu Sou Uma Menina” (Brinque-Book) – Yasmeen Ismail (Irlanda) – Literatura Infantojuvenil – 33 páginas.

“Era Uma Vez Uma Casa” (Amelí) – Dagmar Urbánková (República Tcheca) – Literatura Infantojuvenil – 28 páginas.


Poesia Brasileira:


“A Clareira e a Cidade” (Urutau) – Rodrigo Novaes de Almeida – 68 páginas.

“A Casa Invisível” (7 Letras) – Aurea Domenech – 160 páginas.

“Canto Enforcado em Vento” (Kotter) – Rodrigo Gonçalves – 114 páginas.

“Imigram Meus Pássaros” (Penalux) – Luciana Nabuco – 118 páginas.

“Uma Alegria Estilhaçada: Poesia Brasileira 2008-2018” (Escamandro & Macondo) – Gustavo Silva Ribeiro (org.) – 178 páginas.


Poesia Internacional:


“Da Presença da Ausência” (Tabla) – Mahmud Darwich (Palestina) – 184 páginas.

“Somente Nossos Corações Vão Debater Bravamente” (Figura de Linguagem) – June Jordan (Estados Unidos) – 120 páginas.

“Estilhaços – Antologia de Poesia Haitiana Contemporânea” (Demônio) – Henrique Amaral (org.) – 78 páginas.

“No Reino da Dinamarca” (Moinhos) – Alexandre O´Neill (Portugal) – 54 páginas.

“Dez Poemas Mudados para o Português” (Demônio) – Herberto Helder (org.) – 36 páginas.

“Poesia [Gedicht]” (Demônio Negro) – Hermann Hesse (Alemanha) – 24 páginas.


Em outubro, a coluna Mercado Editorial trará os lançamentos de setembro e outubro, o quinto e penúltimo bimestre de 2020. Até mais!


Gostou deste post e do conteúdo do Blog Bonas Histórias? Se você se interessa por informações do mercado editorial, deixe aqui seu comentário. Para acessar outras notícias dessa área, clique em Mercado Editorial. E aproveite para nos acompanhar nas redes sociais – Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn.

A Editora Pomelo é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Dança & Expressão é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Eduardo Villela é Eduardo Villela é book advisor e parceiro do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
BonaBelle Design & Organização é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Epifania Conteúdo Inteligente é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Keli Quitutes

Bonas Histórias

O Bonas Histórias é o blog de literatura, cultura e entretenimento desenvolvido por Ricardo Bonacorci desde 2014. Com um conteúdo multicultural (literatura, cinema, música, teatro, exposição e gastronomia), o Blog Bonas Histórias analisa as boas histórias contadas no Brasil e no mundo.

bonashistorias.com.br

Ricardo Bonacorci

Nascido na cidade de São Paulo, Ricardo Bonacorci tem 39 anos e trabalha como publicitário, produtor de conteúdo, crítico literário e cultural, editor, escritor e pesquisador acadêmico. Ricardo é especialista em Administração de Empresas, pós-graduado em Gestão da Inovação, bacharel em Comunicação Social, licenciando em Letras-Português e pós-graduando em Formação de Escritores.  

Bonas Histórias | blog de literatura, cultura e entretenimento | bonashistorias.com.br

Blog de literatura, cultura e entretenimento