• Ricardo Bonacorci

Gastronomia: Café Terraço Sesc Paulista – A vista privilegiada de São Paulo


Com a inauguração do Sesc Avenida Paulista, em abril de 2018, São Paulo ganhou mais um estabelecimento com vista panorâmica da cidade. No finalzinho do ano passado, fui conferir o Café Terraço Sesc Paulista, o charmoso empreendimento localizado no último andar da nova unidade do Sesc. E, admito, que saí do lugar impressionado positivamente com o que encontrei. Além de uma vista deslumbrante da avenida mais famosa de São Paulo, temos um cardápio com preços justos, os serviços são eficientes e o ambiente é informal e descontraído. O que mais você pode desejar de um café, hein?

O principal diferencial do Café Terraço Sesc Paulista é sua vista. Acho difícil alguém discordar desse apontamento. No topo do prédio de 17 andares, há um mirante que permite ver quase toda a extensão da Avenida Paulista e uma boa parte daquela região. O olhar dos frequentadores avança até alguns prédios do Centrão e chega às montanhas que circundam a cidade. O visual é de tirar o fôlego até mesmo para quem está habituado com a verticalidade da capital paulista. O que pensarão, então, os turistas, hein? Pela reação deles, ao menos no que pude notar de longe, todos pareceram ficar encantados com o local.

O que torna a vista do Café Terraço Sesc Paulista tão especial é, além da altura, a posição privilegiada do prédio do Sesc. No seu entorno, não há nenhuma construção obstruindo a visão. Além disso, a arquitetura do estabelecimento foi pensada em aproveitar ao máximo seu diferencial competitivo. O melhor local do Café Terraço Sesc Paulista para se apreciar a cidade não possui mesas nem cadeiras. Esse espaço é um terraço (daí o nome do estabelecimento) onde o frequentador pode apreciar de pé a paisagem. É verdade que de dentro do café é possível ver o cenário externo (as paredes são de vidro), mas é no lado de fora que ficamos sem fôlego com o que nossos olhos nos mostram. Acima do terraço, ainda há um mirante, que permite uma vista ainda melhor.

O interessante é que se você quiser só ver a paisagem e não consumir nada é possível (algo impensável, por exemplo, no Terraço Itália). Porém, duvido que uma vez ali, você não se sinta tentado(a) a provar nada do café. Além do clima extremamente agradável do estabelecimento, o cardápio possui preços justos (você não paga a mais pela vista deslumbrante). Quase todos os itens estão na faixa de preço na casa de um dígito ou bem próximo a isso (algo cada vez mais raro de se encontrar na cidade de São Paulo).

O cardápio é enxuto, mas com boas opções. Não espere encontrar itens para uma refeição elaborada (lembre-se, estamos em um café e não em um restaurante!). Destaque para a tostada, servida em uma fatia de pão italiano e feita com pesto, tomate, muçarela de búfala, alho e manjericão. Uma delícia (o difícil é se contentar com uma só). Para quem deseja algo leve e vegetariano, há saladas. De sobremesa, o destaque é o sagu de hibisco com creme de tapioca. Além dessas opções mais requintadas, o cardápio também possui salgados, sanduíches e lanches tradicionais. Para beber, além dos cafés e chocolates quentes, há vinhos nacionais que são servidos em taça.

Outro charme do Café Terraço Sesc Paulista é sua decoração. Os clientes podem se sentar às mesas, mas há também sofás, puffs e balcões à disposição. Essa dinâmica permite um clima mais informal ao salão. Adorei a descontração e a animação do lugar. A experiência de conversar em um sofá tomando um café é espetacular! Os pedidos são feitos no caixa e retirados pelos próprios clientes em um grande balcão. Os serviços são rápidos e eficientes.

O único ponto negativo do local é o grande volume de frequentadores. Sempre há muita gente visitando o terraço e o mirante do café (para ver a vista, obviamente) e procurando mesas (na parte interna do salão). Pela quantidade de clientes, a impressão é que o lugar é minúsculo. Por isso, não tenha pressa quando for lá. Obter uma mesa ou um cantinho no sofá é algo que pode exigir paciência e estratégias inusitadas (não há fila de espera nem garçons organizando o fluxo de frequentadores no café.

E por falar nos visitantes, fiquei com a impressão que uma considerável parcela da clientela do café é formada por turistas. Uma boa parte é de brasileiros que visitam a capital paulista, mas há também muitos gringos. Todas as vezes em que estive por lá pude ouvir conversas em outros idiomas (inglês, alemão e espanhol). Quem gosta de bater papo com os amigos, paquerar ou mesmo conhecer pessoas novas, esse é o lugar certo.

Desde o ano passado, o Café Terraço Sesc Paulista é um dos meus locais favoritos para comer e beber na Avenida Paulista. Sempre que estou na região, tento dar uma subidinha lá. O café só não abre às segundas-feiras.

Que tal este post e o conteúdo do Bonas Histórias? Compartilhe sua opinião conosco. Para conhecer as demais críticas gastronômicas do blog, clique na coluna Gastronomia. E não se esqueça de curtir a página do blog no Facebook.

#Café #lanchonete #Bar #restaurante #SãoPaulo #Gastronomia

A Editora Pomelo é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Dança & Expressão é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Eduardo Villela é Eduardo Villela é book advisor e parceiro do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
BonaBelle Design & Organização é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Epifania Conteúdo Inteligente é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Keli Quitutes

Bonas Histórias

O Bonas Histórias é o blog de literatura, cultura e entretenimento desenvolvido por Ricardo Bonacorci desde 2014. Com um conteúdo multicultural (literatura, cinema, música, teatro, exposição e gastronomia), o Blog Bonas Histórias analisa as boas histórias contadas no Brasil e no mundo.

bonashistorias.com.br

Ricardo Bonacorci

Nascido na cidade de São Paulo, Ricardo Bonacorci tem 39 anos e trabalha como publicitário, produtor de conteúdo, crítico literário e cultural, editor, escritor e pesquisador acadêmico. Ricardo é especialista em Administração de Empresas, pós-graduado em Gestão da Inovação, bacharel em Comunicação Social, licenciando em Letras-Português e pós-graduando em Formação de Escritores.  

Bonas Histórias | blog de literatura, cultura e entretenimento | bonashistorias.com.br

Blog de literatura, cultura e entretenimento