Bonas Histórias

O Bonas Histórias é o blog de literatura, cultura e entretenimento desenvolvido por Ricardo Bonacorci desde 2014. Com um conteúdo multicultural (literatura, cinema, música, teatro, exposição e gastronomia), o Blog Bonas Histórias analisa as boas histórias contadas no Brasil e no mundo.

bonashistorias.com.br

Ricardo Bonacorci

Nascido na cidade de São Paulo, Ricardo Bonacorci tem 40 anos e trabalha como publicitário, produtor de conteúdo, crítico literário e cultural, editor, escritor e pesquisador acadêmico. Ricardo é especialista em Administração de Empresas, pós-graduado em Gestão da Inovação, bacharel em Comunicação Social, licenciando em Letras-Português e pós-graduando em Formação de Escritores.  

  • Ricardo Bonacorci

Livros: Já Disse que Te Amo? - O primeiro romance da série de Estelle Maskame

Publicada em 2015, essa obra infantojuvenil se tornou um best-seller no Reino Unido e foi transformada em série literária.

Já Disse que Te Amo? é o primeiro livro de Estelle Maskame da série D.I.M.I.L.Y

Nesse final de semana, li “Já Disse que Te Amo?” (Arqueiro), o romance best-seller de Estelle Maskame. Esse é o último título que vamos analisar na coluna Livros – Crítica Literária em 2021. Para quem tem curiosidade sobre o Bonas Histórias, informo que foram comentadas 53 obras ficcionais e poéticas no último ano. A média do blog é de pouco mais de quatro avaliações por mês. E para encerrarmos os trabalhos literários dessa temporada, optei por debater hoje um livro voltado para o público adolescente. Quem disse que o Bonas Histórias e a coluna Livros – Crítica Literária não variam o cardápio, hein? Para quem pensa que só discutimos títulos clássicos ou de autores contemporâneos já consolidados, saiba que abrimos espaço sim para as revelações literárias e para as jovens promessas da escrita ficcional do nosso país e do exterior. Esse post é um bom exemplo disso!


Com apenas 24 anos, Estelle Maskame é atualmente um dos bons nomes da literatura infantojuvenil em língua inglesa. Nascida no interior da Escócia, ela começou a produzir ficção com (pasmem!) 13 anos. “Já Disse que Te Amo?” foi escrito quando a autora tinha entre 13 e 16 anos. O lançamento desse livro ocorreu quando Maskame tinha acabado de completar 18 anos. Tanta precocidade poderia indicar um texto vacilante, uma narrativa capenga ou mesmo uma história simplória. Porém, não é isso o que encontramos aqui. Esse romance apresenta um ótimo retrato da adolescência contemporânea e, principalmente, o trabalho de uma escritora realmente talentosa, com total domínio das técnicas ficcionais. Juro que fiquei imaginando: se Estelle Maskame escreveu dessa maneira quando era menor de idade, aonde ela chegará quando virar uma artista mais rodada e experiente, hein?! Sem dúvida nenhuma, estamos diante de uma das belas revelações da literatura internacional.


“Já Disse que Te Amo?” se tornou um grande sucesso no Reino Unido ao ponto de ter dado origem a uma badalada série literária. Com uma legião de fãs na plataforma Wattpad, onde possui milhões e milhões de acessos, Estelle Maskame é uma escritora extremamente popular entre os jovens leitores britânicos. Não por acaso, ela recebeu o convite de editoras tradicionais para levar seus textos das versões online para as versões físicas. A primeira a apostar em seu talento foi a escocesa Black & White Publishing Company. Nos últimos anos, os títulos de Maskame foram lançados em mais de 20 países com bastante êxito. Na França, por exemplo, suas vendas já chegaram à casa dos seis dígitos. Nos Estados Unidos, a jovem escocesa também tem angariado um público cada vez mais numeroso e fiel.

Estelle Maskame, jovem escritora escocesa

Publicado originalmente em abril de 2015, “Já Disse que Te Amo?” integra a trilogia “D.I.M.I.L.Y” (iniciais do título original do livro – “Did I Mention I Love You?”). Por aqui, a coleção é chamada simplesmente de “Já Disse que Te Amo?” (afinal, ficaria estranho nomeá-la como “J.D.Q.T.A”, né?). Os volumes 2 e 3 da série “Já Disse que Te Amo?” são, respectivamente, “Já Disse que Preciso de Você?” (Arqueiro), de 2016, “Já Te Disse que Me Fazes Falta?” (Editorial Presença), de 2017. Como é possível notar pelos nomes das editoras responsáveis por cada publicação, a Arqueiro só lançou no Brasil, por enquanto, os dois primeiros volumes da coleção. Para os leitores mais ansiosos que desejam ler a terceira parte da saga “D.I.M.I.L.Y”/“Já Disse que Te Amo?” em nosso idioma, a alternativa é importar a versão lusitana (algo que não sai barato!). A Editorial Presença é uma tradicional editora portuguesa e, nesse caso, se mostrou mais rápida no gatilho do que a nossa Arqueiro.


Além do sucesso comercial precoce, Estelle Maskame já ostenta algumas importantes premiações literárias no currículo. Ela conquistou, em 2016, o Young Scot of the Year Award (Escócia) justamente pelo romance “Já Disse que Te Amo?”. E foi indicada em duas categorias pela Romantic Novelist´Association (Reino Unido). Com pouco mais de duas décadas de vida, Maskame tem em seu portfólio nove romances – cinco da série “D.I.M.I.L.Y”, duas tramas independentes e dois títulos da série “Mila”. Desde 2015, ela publica um título por ano. Trata-se de uma marca invejável até mesmo para os escritores mais experientes (o que dirá para uma jovem no ofício, né?).


Antes que alguém me acuse de inconsistência por chamar às vezes a série “D.I.M.I.L.Y”/“Já Disse que Te Amo?” de trilogia (o que não é correto) e às vezes dizer que ela tem cinco livros (isso sim está certo!), preciso explicar o que aconteceu. Em 2018, Estelle Maskame lançou “Não Fales Nisso” (Editorial Presença), a quarta parte da saga da jovem Eden Munro e de Tyler Bruce, dois irmãos postiços (se tornaram irmãos com o casamento posterior dos pais) abalados pelas fortes e contraditórias emoções da adolescência. Quando esse livro foi lançado, portanto, a trilogia se transformou em tetralogia. A novidade é que esse novo romance da saga é narrado por Tyler e não por Eden. O problemático rapaz conta sua história quando era um garotinho de 12 anos e ainda vivia com o pai biológico (daí a origem de seus comportamentos pouco ortodoxos).

Livro Já Disse que Te Amo? de Estelle Maskame – volume 1 da série D.I.M.I.L.Y

Em 2019, a jovem escritora escocesa publicou a quinta parte de “D.I.M.I.L.Y” (então estaríamos diante de uma pentalogia e não de uma tetralogia, certo?!). “Did I Mention It´s 10 Years Later?” (sem edição em português) continua com o relato de Tyler, só que agora de volta à adolescência rebelde (não tão rebelde assim!). Portanto, quando dizemos que “D.I.M.I.L.Y” é uma trilogia, consideramos apenas as três primeiras obras da coletânea – aquelas narrativas feitas por Eden Munro. Quando falamos que a série literária é uma pentalogia, estamos incluindo os dois últimos romances de Estelle Maskame – aqueles narrados por Tyler.


No Brasil, o romance “Já Disse que Te Amo?” foi publicado em maio de 2019. A tradução para nosso idioma foi realizada por Alves Calado, escritor infantojuvenil e tradutor fluminense com grande experiência no universo editorial. Em Portugal, o primeiro livro de Maskame foi lançado em janeiro de 2018 com o título “Já Te Disse que Te Amo?” (Editorial Presença) e foi traduzido por Maria Eduarda Colares. Colares traduziu também os demais livros da série “D.I.M.I.L.Y”, além de “O Lado Perverso de Kai” (Editorial Presença), romance independente de Maskame que foi publicado em Portugal no ano passado.


O enredo de “Já Disse que Te Amo?” se passa em Los Angeles, no Verão. Eden Munro é uma adolescente de 16 anos que mora com a mãe em Portland. Após a separação dos pais há três anos, a garota nunca mais falou nem viu o pai, que simplesmente sumiu de Oregon. Dave, o pai da protagonista, foi viver com uma nova família na Califórnia. Após esse longo período de ausência, Dave convida a filha para passar as férias de Verão com ele e com seus novos familiares. Mais surpreendente do que a proposta paterna foi Eden ter aceitado fazer a viagem. A jovem já estava um tanto cansada da rotina em Portland e passar oito semanas na mítica Los Angeles a fez encarar o desafio de rever o pai. À princípio, o único problema dela seria ficar um tempo longe da mãe e da melhor amiga, Amelia.


Em Los Angeles, Eden encontra Dave morando com a segunda esposa, Ella. Ella também era separada e possui três filhos: Tyler Bruce, um adolescente problemático de 17 anos, Jamie Bruce, um garoto simpático de 14, e Chase Bruce, um menino tímido de 11 anos. A visitante ganha um quarto só para si e mergulha na rotina doméstica dos Bruce-Munro. Em um piscar de olhos, a personagem principal do romance ganha uma madrasta e três irmãos, o que não lhe agrada nem um pouco.

Livro Já Disse que Te Amo? de Estelle Maskame – volume 1 da série D.I.M.I.L.Y

Rapidamente, Eden faz amizade com Rachael, uma adolescente um ano mais velha que mora na casa da frente. Rachael insere a nova vizinha em seu círculo de amizade. Assim, a filha de Dave conhece Meghan, a melhor amiga de Rachael, e Tiffani, a namorada estonteante de Tyler. A turista também é apresentada a Dean, o melhor amigo de Tyler, e Jake, um rapaz extremamente charmoso. O sexteto (Rachael, Meghan, Tiffani, Tyler, Dean e Jake) é o típico grupinho de adolescentes endinheirados que só quer saber de farrear. As férias de Verão dos californianos são recheadas de festas, bebidas, passeios perigosos, compras, namoros, fugas de casa, problemas com a polícia e azaração.


Assim, Eden vive uma nova realidade com os amigos mais velhos, algo totalmente distinto do que ela estava acostumada a vivenciar em Portland. A única coisa que parece não ter mudado é a antipatia da moça por Dave. A adolescente continua vendo o pai como um monstro, alguém que destruiu a vida da mãe dela e que até hoje não sabe desempenhar o papel paterno como deveria.


O que chama mais a atenção de Eden Munro em Los Angeles é seu irmão postiço mais velho (irmão postiço é um termo usado no livro, tá?). Tyler Bruce é o típico adolescente revoltado que está sempre aprontando algo para desespero dos familiares e dos amigos mais próximos. Ele é egoísta, mal-educado, mal-humorado, briguento, mentiroso e extremamente indelicado, além de viver bêbado, se drogando e transando por todos os cantos. Para completar, o rapaz tem amizades barras-pesadas. Em outras palavras, Tyler é o parente que Eden jamais desejou ter. Não à toa, ela logo passa a odiá-lo. A jovem só aceita conviver com ele por necessidade doméstica (dividem a mesma casa) e obrigação social (ambos os adolescentes têm amigos em comum).


Entretanto, à medida que a convivência regular com o irmão mais velho aumenta e se intensifica, Eden consegue enxergar uma pessoa diferente por trás da cara carrancuda e do jeitão bad boy do rapaz. Pouco a pouco, aquela imagem inicial negativa começa a ficar para trás. Tyler só age como age porque possui problemas emocionais delicados. No fundo, ela não o vê como uma má pessoa. Segundo a filha de Dave, o irmão postiço é apenas alguém desorientado e que não sabe encarar as adversidades de sua rotina. Quanto mais se conhecem, mais Eden e Tyler começam a gostar um do outro, o que trará evidentemente novos problemas para os dois.

Livro Já Disse que Te Amo? de Estelle Maskame – volume 1 da série D.I.M.I.L.Y

“Já Disse que Te Amo?” possui 336 páginas e seu conteúdo está dividido em 31 capítulos (30 capítulos mais o Epílogo). Levei pouco mais de oito horas para percorrer integralmente suas páginas no último final de semana. Praticamente li metade do romance no sábado à tarde e a outra metade no domingo de manhã. Se tivesse começado a leitura dessa obra em uma manhãzinha, na certa teria concluído sua trama em um único dia.


Narrado em primeira pessoa por uma adolescente, “Já Disse que Te Amo?” apresenta um mergulho fidedigno no universo juvenil norte-americano. Apesar de ser escocesa, Estelle Maskame calcou a trama de sua série literária na realidade dos estudantes do ensino médio dos Estados Unidos. Essa particularidade confere um ar universal à narrativa – algo que ficaria complicado de ser feito se a história fosse construída no interior da Escócia. Assim, acompanhamos os dramas de jovens que odeiam os pais, reclamam de tudo e de todos, acreditam que são injustiçados, só pensam em festa, bebida, namoro, sexo e droga, são propensos aos exageros e padecem por qualquer coisinha aparentemente insignificante. Para os leitores mais vividos (que já deixaram à adolescência há um bom tempo), é preciso entrar no clima juvenil para curtir a história desse romance de Maskame. Do contrário, a sensação de futilidade pode predominar, principalmente na primeira metade de “Já Disse que Te Amo?”.


Algo que achei impecável nesse livro foi a ambientação. A sensação que temos é de estar visitando Los Angeles ao lado de Eden Munro. De maneira muito inteligente, Estelle Maskame nos leva para os principais pontos turísticos da maior cidade da Califórnia. As cenas do romance percorrem, por exemplo, a Third Street Promenade, o Santa Monica Pier, o letreiro de Hollywood, o Beverly Hills, o Pacific Park, as praias de Malibu, o Santa Monica Boulevard, o Ocean Avenue, a Pacific Palisades, a Venice Beach, o Santa Monica Place etc. É ou não é um passeio para ninguém botar defeito, né?


Por causa do universo adolescente e da ambientação em Los Angeles, quem tiver mais de 40 anos poderá se lembrar de “Barrados no Baile” (Beverly Hills 90210: 1990), famoso seriado televisivo de trinta anos atrás. De certa forma, “Já Disse que Te Amo?” é uma versão literária e contemporânea de “Barrados no Baile”. Para a galera mais novinha, o verdadeiro público-alvo do romance de Maskame, a comparação que podemos fazer é com os livros de John Green. Nesse caso, “Já Disse que Te Amo?” é a versão feminina de “Quem é Você, Alasca?” (Intrínseca) e de “Tartarugas Até Lá Embaixo” (Intrínseca). Em alguns momentos, lembrei também de “Los Angeles” (Bertrand Brasil), romance de Marian Keyes publicado em 2002.

Livro Já Disse que Te Amo? de Estelle Maskame – volume 1 da série D.I.M.I.L.Y

O que mais gostei em “Já Disse que Te Amo?” foi da construção das cenas e das personagens. Nesse momento, notamos que Estelle Maskame é realmente uma ótima autora ficcional. E imaginar que ela escreveu esse livro quando ainda era menor de idade... Maskame mostrou muita maturidade literária para escolher as passagens da trama que poderiam ser transformadas em cenas e as passagens da narrativa que deveriam ser simplesmente sumarizadas. Incrível! Para completar, quase todas as suas personagens são do tipo redondo – algo que só os bons escritores fazem. Descortinar as várias camadas psicológicas dos protagonistas de “Já Disse que Te Amo?” é um dos bons desafios que os leitores têm à disposição nas páginas desse livro.


O ritmo narrativo também é adequado, assim como as surpresas que surgem na metade final do livro merecem nossos elogios. Confesso que fui surpreendido com alguns caminhos que o enredo pegou. Como já falei: não subestime a capacidade narrativa e a habilidade criativa de Estelle Maskame! Mesmo adolescente, ela já escrevia melhor do que muito escritor mais experiente.


O único problema mais sério que encontrei em “Já Disse que Te Amo?” foi o sentimentalismo exacerbado, algo típico do gênero romântico (e não um aspecto específico desse livro) e um elemento possivelmente relacionado à fase da vida adolescente. Em uma semana, os jovens conseguem se apaixonar loucamente para todo o sempre. Admito que tenho dificuldade para engolir uma coisa assim (não preciso dizer que sou um antirromântico, né?). Em alguns dias, os protagonistas, que até então não se conheciam, vão do ódio total ao amor para a vida inteira... Ai, ai, ai. Se você comprar essas imperfeições do coração, não terá dificuldade para seguir em frente na leitura.


Para amenizar um pouco o estranhamento desse romantismo vapt-vupt, Estelle Maskame dividiu muito bem seu livro de estreia. A primeira metade da obra (cerca de 165 páginas) é dedicada à descrição das duas primeiras semanas das férias de Eden Munro na casa do pai. Ou seja, temos a sensação de que muita coisa acontece ali (mesmo sendo efetivamente um espaço temporal curtinho). A segunda metade da publicação (demais 165 páginas) é voltada para as outras seis semanas da protagonista em Los Angeles. Aí a impressão é que as coisas demoram um pouco mais para acontecer (mesmo sendo um período maior). Essa divisão do romance (maior ênfase para as duas primeiras semanas das férias de Eden) contribuiu para justificar a overdose de emoções que a protagonista vivenciou.

Estelle Maskame, jovem escritora escocesa

É legal notar que não há muitos (nem sérios) equívocos narrativos nesse livro (algo comum de ser encontrado em títulos de estreia). Só encontrei um ou outro de menor intensidade. Por exemplo, dizer que o 4 de julho é o principal feriado dos Estados Unidos (não é!) e achar que uma pessoa com forte ressaca consegue correr tranquilamente por vários quilômetros na manhã seguinte após a bebedeira homérica (não, não dá!) me parecem pequenos escorregões (nada que afete a leitura).


Estelle Maskame começou a carreira como escritora de ficção em alto nível. Minha torcida é que ela consiga evoluir mais e mais daqui para frente. Também gostaria de vê-la se aventurando por outros gêneros literários além da literatura infantojuvenil e dos romances românticos açucarados. Vamos torcer para que sua produção literária continue aumentando ano a ano e, quem sabe, se diversificando.


Gostou deste post e do conteúdo do Blog Bonas Histórias? Se você é fã de literatura, deixe seu comentário aqui. Para acessar as demais análises literárias, clique em Livros – Crítica Literária. E aproveite para nos acompanhar nas redes sociais – Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn.

A Epifania Comunicação Integrada é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Dança & Expressão é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Mandarina é a livraria diferenciada que está localizada em Pinheiros, na cidade de São Paulo
Eduardo Villela é Eduardo Villela é book advisor e parceiro do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento