• Ricardo Bonacorci

Romances: Primeira Página - Sequestro

Explorando o recurso da apresentação das personagens por meio de ações, esse início de narrativa faz parte da série de 2021 da coluna Contos & Crônicas.

Primeira Página - Sequestro - Ricardo Bonacorci

Ela levantou-se da cama sonolenta e foi até a cozinha para beber um pouco de água. No caminho, foi despertada pelos raios solares que entravam com fúria pelo janelão da sala. A imagem era tão impactante que ela precisou parar para contemplar a vista. O visual ali era mesmo de tirar o fôlego. No lado de fora, a praia de águas esverdeadas e a areia branquinha se exibiam imaculadas naquele início de manhã. Não havia ainda ninguém aproveitando a beleza proporcionada pela natureza quase virginal. Os únicos presentes no lado externo da casa eram um casal de guarás. Eles ciscavam tranquilamente sem saber que eram observados a distância.


Após se hidratar, a estudante universitária retornou ao quarto. Antes de mergulhar entre os lençóis, observou seu companheiro. Ele usava apenas uma cueca e estava esparramado pelo leito como se não houvesse mais ninguém para dividir aquele espaço. Aproveitando-se que o rapaz ainda dormia, a jovem pôde analisar o corpo dele com mais atenção do que na véspera. Ele era ainda mais atraente. Seria aquela a melhor visão até aqui de suas férias recém-iniciadas? Ela acreditou que sim. Além disso, considerou-se uma privilegiada por ter acesso exclusivo às curvas daquele corpo quase selvagem.


Controlando a vontade de agarrá-lo mais uma vez, a moça simplesmente se deitou sobre um dos braços do parceiro. Desejando acordá-lo, ela começou a massagear carinhosamente o ombro, o pescoço e, depois, o peitoral do jovem. Se ele reclamasse, a desculpa estava na ponta da língua: não tinha espaço na cama. Porém, o rapaz não chiou. Como sempre, parecia imune a qualquer tipo de protesto. Ele abriu os olhos com alguma dificuldade e não deixou de esboçar um sorriso ao vê-la. Até de cara amassada o desgraçado parecia bonito, pensou. Sem que ele pudesse reagir, ela agarrou os braços musculosos que jaziam na cama e os entrelaçou em seu corpo. Queria dormir mais um pouco, só que abraçada. Ele permitiu.


Ela voltou a dormir em poucos segundos. Só depois de ter a certeza de que a companheira estava realmente desacordada, ele retirou com cuidado um dos braços que estava embaixo do corpo dela e pegou o celular que estava na cômoda. Com uma vivacidade impressionante para alguém que aparentava ter acordado há pouco, o rapaz viu a mensagem que tanto aguardava no aparelho. A partir daquele instante, ao menos aos olhos da polícia, da imprensa e da família da moça, ela era uma vítima de sequestro.


-----------

“Primeira Página” é a sétima série narrativa da coluna Contos & Crônicas. Nessa nova coletânea de textos do Bonas Histórias, Ricardo Bonacorci apresenta, ao longo de 2021, a primeira página de oito possíveis romances. A ideia é mostrar a força e a intensidade dos parágrafos iniciais das tramas ficcionais. Enquanto tenta cativar a curiosidade dos leitores, Ricardo utiliza (e explica suscintamente) algumas técnicas clássicas de abertura narrativa.


-----------

Técnica utilizada em “Sequestro”: Apresentação das personagens principais por meio de ações.


Apresentar as personagens principais por meio de ações é a técnica de início de narrativa que traz agilidade, suspense e desenvoltura à trama. Ao invés de ficar relatando cenários, divagando sobre os pensamentos dos protagonistas ou descrevendo as angústias das figuras centrais da história, o(a) escritor(a) ficcional simplesmente coloca todo mundo em movimento. A cena de ação tem a capacidade natural de indicar vários aspectos das personagens, do cenário, da ambientação e do enredo. Se bem realizado, esse recurso produz um texto envolvente e instigante já nas páginas iniciais da narrativa. Por isso, faça sua personagem se movimentar. Nem que para isso ela precise ir até a cozinha para pegar um copo de água.


Gostou deste post e do conteúdo do Bonas Histórias? Compartilhe sua opinião conosco. Para acessar outras narrativas do blog, clique em Contos & Crônicas. E não deixe de nos acompanhar nas redes sociais – Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn.

A Editora Pomelo é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Dança & Expressão é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Eduardo Villela é Eduardo Villela é book advisor e parceiro do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento

Bonas Histórias

O Bonas Histórias é o blog de literatura, cultura e entretenimento desenvolvido por Ricardo Bonacorci desde 2014. Com um conteúdo multicultural (literatura, cinema, música, teatro, exposição e gastronomia), o Blog Bonas Histórias analisa as boas histórias contadas no Brasil e no mundo.

bonashistorias.com.br

Ricardo Bonacorci

Nascido na cidade de São Paulo, Ricardo Bonacorci tem 39 anos e trabalha como publicitário, produtor de conteúdo, crítico literário e cultural, editor, escritor e pesquisador acadêmico. Ricardo é especialista em Administração de Empresas, pós-graduado em Gestão da Inovação, bacharel em Comunicação Social, licenciando em Letras-Português e pós-graduando em Formação de Escritores.  

Mandarina é a livraria diferenciada que está localizada em Pinheiros, na cidade de São Paulo
A Epifania Comunicação Integrada é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Psicorama é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
BonaBelle Design & Organização é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento