top of page

Bonas Histórias

O Bonas Histórias é o blog de literatura, cultura, arte e entretenimento criado por Ricardo Bonacorci em 2014. Com um conteúdo multicultural (literatura, cinema, música, dança, teatro, exposição, pintura e gastronomia), o Blog Bonas Histórias analisa as boas histórias contadas no Brasil e no mundo.

bonashistorias.com.br

Ricardo Bonacorci

Nascido na cidade de São Paulo, Ricardo Bonacorci tem 42 anos, mora em Buenos Aires e trabalha como publicitário, produtor de conteúdo, crítico literário e cultural, editor, escritor e pesquisador acadêmico. Ricardo é especialista em Administração de Empresas, pós-graduado em Gestão da Inovação, bacharel em Comunicação Social, licenciando em Letras-Português e pós-graduando em Formação de Escritores.  

  • Foto do escritorRicardo Bonacorci

Mercado Editorial: Livros - Lançamentos em julho e agosto de 2022

Saiba quais foram as 120 principais obras de ficção e de poesia que chegaram às livrarias brasileiras no quarto bimestre.

Livros lançados em julho e agosto de 2022 no Brasil

Seguindo a tradição da coluna Mercado Editorial, venho ao Bonas Histórias para apresentar os principais livros de ficção e de poesia que foram publicados no Brasil no último bimestre. Contudo, não vou analisar qualitativamente os títulos recém-lançados em nosso país como costumo fazer. A proposta aqui é avaliar quantitativamente o trabalho das maiores editoras nacionais e dos mais destacados escritores (tanto os ficcionistas quanto os poetas). Afinal, o que nossos leitores receberam de novidades em julho e agosto de 2022? O que desperta mais atenção no público nas estantes das livrarias de Norte a Sul? E em qual direção o mercado editorial brasileiro caminha para agradar aos consumidores desse cantinho cada vez menos verde (e mais pobre) do planeta?


Para começo de conversa, é preciso dizer que foram publicados 120 títulos ficcionais e poéticos nesse quarto bimestre. Obviamente, esse cálculo não abrange todos os lançamentos ocorridos no Brasil (além de excluir gêneros que não me interessam, como autoajuda, técnicos, religiosos e paradidáticos). Na minha conta (e pelo meu recorte temático), considerei apenas as principais obras das maiores editoras nacionais e dos mais destacados autores brasileiros e estrangeiros quando o assunto é FICÇÃO E POESIA.


Por isso, se você é um(a) escritor(a) iniciante ou de pouca expressão não me envie mensagens, por favor, apontando possíveis descasos ou preconceitos da minha parte. Acreditem se quiser: mensalmente recebo reclamações nesse sentido de uma ou outra figura que nunca ouvi (ou li). Oh céus, oh vida, oh azar! Para quem fica bravo(a) comigo, respondo quase sempre diplomaticamente: ao invés de ficar revoltado(a) com o meu trabalho e o meu levantamento editorial, por que não me comunica previamente sobre seus lançamentos, né? Aí eu saberei que você existe e o que está fazendo de interessante. Simples assim!

Mercado Editorial – Livros lançados em julho e agosto de 2022 no Brasil

A partir do universo amostral de 120 livros recém-lançados, vamos às pinceladas quantitativas. Dois terços das publicações (80 títulos) são de autores estrangeiros. Ou seja, para cada obra da literatura brasileira que chega às livrarias do país (em julho e agosto foram apenas 40), duas outras são de literatura estrangeira. Pela perspectiva do placar internacional, está 2 a 1 para os artistas gringos. Na Copa do Mundo da Ficção e da Poesia, infelizmente, não somos (ainda) uma potência (nem mesmo quando jogamos em casa!).


Pela perspectiva dos gêneros literários, metade dos lançamentos é de romances (60 títulos). Quem foi que disse que os romances estão morrendo, hein?! Das narrativas ficcionais longas, 45 são de autores estrangeiros e 15 são de escritores nacionais. Aí o placar fica um pouco mais elástico para eles: 3 a 1 para a Seleção do Mundo. No campeonato internacional dos romancistas, o predomínio é do time dos Estados Unidos. Dos 45 novos romances gringos que os leitores brasileiros receberam nesse bimestre, 23 (mais da metade!) são da literatura norte-americana. Alguém aí falou em imperialismo literário?!!!


Analisando as outras categorias ficcionais, temos 32 livros infantojuvenis (13 nacionais e 19 estrangeiros), 11 novelas (6 brasileiras e 5 gringas) e 11 coletâneas de narrativas curtas (3 do nosso país e 8 de fora). Por esse novo recorte, nota-se que a literatura direcionada aos pequenos e aos jovens leitores tem muita força no Brasil (ela representa mais de 25% dos lançamentos). E é justamente nessa parte das estantes das livrarias que os autores brasileiros conseguem competir de igual para igual (lembram-se que essa análise é quantitativa, não qualitativa) com os escritores de fora. O jogo fica praticamente empatado em 1 a 1 no torneio da literatura infantojuvenil (perdermos apenas na prorrogação), placar similar ao da competição das novelas literárias (aí ganhamos nos pênaltis).


Provando que não somos uma nação muito poética (pelo menos do ponto de vista literário), tivemos apenas 6 livros de poesia lançados nos últimos dois meses (3 obras nacionais e 3 títulos estrangeiros). Apesar da constatação do empate no confronto Brasil versus Mundo, o que chama atenção é o baixíssimo número de novas publicações desse gênero. E aí não culpem, por favor, as editoras pela falta de investimento no trabalho dos poetas. Elas só não lançam mais exemplares em versos porque, infelizmente, não temos um grande público leitor nessa área. Se tivéssemos mais consumidores, certamente teríamos mais novidades...

Mercado Editorial – Livros de ficção e poesia publicados no Brasil em julho e agosto de 2022

Feitas as devidas divagações quantitativas, vamos à apresentação dos dados brutos do levantamento editorial do Bonas Histórias no quarto bimestre de 2022. Afinal, quais foram efetivamente os livros recém-lançados no mercado editorial brasileiro em julho e agosto? Então chega de papo furado e entremos de uma vez por todas na listagem dos novos títulos da ficção brasileira, da ficção internacional, da poesia brasileira e da poesia internacional feita pela coluna Mercado Editorial.


FICÇÃO BRASILEIRA:


“Os Perigos do Imperador” (Companhia das Letras) – Ruy Castro – Romance – 200 páginas.


“A Filha Primitiva” (José Olympio) – Vanessa Passos – Romance – 176 páginas.


“Estela Sem Deus” (Companhia das Letras) – Jeferson Tenório – Romance – 184 páginas.


“Árvore Inexplicável” (Suma) – Carol Chiovatto – Romance – 328 páginas.


“Vou Sumir Quando A Vela Se Apagar” (Intrínseca) – Diego Bercito – Romance –216 páginas.


“Vinco” (Companhia das Letras) – Manoela Sawitzki – Romance – 256 páginas.


“Do Começo ao Fim” (Alfaguara) – Marcelo Rubens Paiva – Romance – 192 páginas.


“Um Ponto de Interrogação é Metade de Um Coração” (Globo Livros) – Sofia Lundberg – Romance – 328 páginas.


“A Vida Futura” (Companhia das Letras) – Sérgio Rodrigues – Romance – 168 páginas.


“Humanos Exemplares” (Companhia das Letras) – Juliana Leite – Romance – 248 páginas.


“Tom Vermelho do Verde” (Rocco) – Frei Betto – Romance – 208 páginas.


“Diorama” (Companhia das Letras) – Carol Bensimon – Romance – 288 páginas.


“Cartas para o Invisível” (Valentina) – Lincoln Aramaiko – Romance – 320 páginas.


“Aurora em Dia Nublado” (Scortecci) – Fabio Porchat – Romance – 152 páginas.


“Conflitos da Tabarana” (Publicação Independente) – Luís Fernando de Campos – Romance – 200 páginas.


“Um Álbum Para Lady Laet” (Alfaguara) – José Luiz Passos – Novela – 128 páginas.


“Mainá” (Todavia) – Karina Buhr – Novela – 136 páginas.


“Newton” (Fósforo) – Luís Francisco Carvalho Filho – Novela – 136 páginas.


“Corpo Desfeito” (Alfaguara) – Jarid Arraes – Novela – 128 páginas.


“No Canto dos Ladinos” (Todavia) – Quito Ribeiro – Novela – 112 páginas.


“A História Invisível” (Fósforo) – Sofia Nestrovski – Novela – 104 páginas.


“Ficções Amazônicas” (Todavia) – Aparecida Vilaça e Francisco Vilaça Gaspar – Coletânea de Contos – 216 páginas.


“Eu Já Morri” (Boitempo) – Edyr Augusto Proença – Coletânea de Contos – 96 páginas.


“Meu Querido Vista Alegre” (Fontenele) – Marcelo Mendes Araújo – Coletânea de Contos e Crônicas – 80 páginas.


“Confissões de Um Garoto Talentoso, Purpirinado e (Intimamente) Discriminado” (Arqueiro) – Thalita Rebouças – Infantojuvenil – 272 páginas.


“A Cozinha Curiosa das Fábulas” (Companhia das Letrinhas) – Katia Canton – Infantojuvenil – 104 páginas.


“Mary Anning e o Pum dos Dinossauros” (Companhia das Letrinhas) – Jacques Fux (autor) e Daniel Almeida (ilustrador) – Infantojuvenil – 64 páginas.


“Sovacos” (Globinho) – Johanna Thomé de Souza e Miguel Walcacer – Infantojuvenil – 48 páginas.


“O Menino que Conhecia o Fim da Noite” (Rocco) – Miriam Leitão – Infantojuvenil – 48 páginas.


“A Festa da Onça” (Brinque-Book) – Wilson Marques (autor) e Kássia Borges (ilustradora) – Infantojuvenil – 40 páginas.


“Se Eu Tivesse Asas” (Brinque-Book) – Guilherme Karsten – Infantojuvenil – 36 páginas.


“Dudu e o Mundo de Papel” (Companhia das Letrinhas) – Stela Greco Loducca (autora) e Rogério Neves (ilustrador) – Infantojuvenil – 32 páginas.


“A Bruxa do Breu” (Companhia das Letrinhas) – Mari Bigio (autora) e Rodrigo Chedid (ilustrador) – Infantojuvenil – 32 páginas.


“Papaco e Lilico – A Floresta e o Circo” (Brinque-Book) – Adailton Medeiros (autor) e Bárbara Quintino (ilustradora) – Infantojuvenil – 32 páginas.


“Aliens – A Lição” (Companhia das Letrinhas) – Mari Bigio (autora) e Rodrigo Chedid (ilustrador) – Infantojuvenil – 32 páginas.


“A Sereia Garbosa” (Companhia das Letrinhas) – Mari Bigio (autora) e Rodrigo Chedid (ilustrador) – Infantojuvenil – 32 páginas.


“Uma Carta Para o Pirata” (Companhia das Letrinhas) – Mari Bigio (autora) e Rodrigo Chedid (ilustrador) – Infantojuvenil – 32 páginas.


FICÇÃO INTERNACIONAL:


“Uma Jornada Sem Fim” (Intrínseca) – R. J. Palacio (Estados Unidos) – Romance – 336 páginas.


“Luzes do Sul” (Record) – Nina George (Alemanha) – Romance – 238 páginas.


“O Livro dos Anseios” (Paralela) – Sue Monk Kidd (Estados Unidos) – Romance – 448 páginas.


“Eliete – A Vida Normal” (Todavia) – Dulce Maria Cardoso (Portugal) – Romance – 256 páginas.


“O Assassinato do Rei” (Suma) – Robin Hobb (Estados Unidos) – Romance – 352 páginas.


“O Mais Cruel dos Meses” (Arqueiro) – Louise Penny (Canadá) – Romance – 400 páginas.


“Nós Somos Inevitáveis” (Arqueiro) – Gayle Forman (Estados Unidos) – Romance – 256 páginas.


“Segredos de Família” (Intrínseca) – Liane Moriarty (Austrália) – Romance – 544 páginas.


“A Srta. Butterworth e O Barão Louco” (Arqueiro) – Julia Quinn (Estados Unidos) – Romance – 160 páginas.


“Inglês, August – Uma História Indiana” (Carambaia) – Upamanyu Chatterjee (Índia) – Romance – 352 páginas.


“Família de Mentirosos” (Seguinte) – E. Lockhart (Estados Unidos) – Romance – 336 páginas.


“Saboroso Cadáver” (Darkside) – Agustina Bazterrica (Argentina) – Romance – 192 páginas.


“Para o Lobo” (Suma) – Hannah Whitten (Estados Unidos) – Romance – 392 páginas.


“Derrubar Árvores – Uma Irritação” (Todavia) – Thomas Bernhard (Holanda) – Romance – 192 páginas.


“Meridian” (José Olympio) – Alice Walker (Estados Unidos) – Romance – 280 páginas.


“A Influencer” (Intrínseca) – Ellery Lloyd (Inglaterra) – Romance – 384 páginas.


“Reino das Bruxas – Irmandade Mística” (Darkside) – Kerri Maniscalco (Estados Unidos) – Romance – 336 páginas.


“Uma Noite na Itália” (Arqueiro) – Lucy Diamond (Inglaterra) – Romance – 368 páginas.


“Um País Terrível” (Todavia) – Keith Gessen (Rússia/Estados Unidos) – Romance – 416 páginas.


“Tudo em Vão” (DBA) – Walter Kempowski (Alemanha) – Romance – 440 páginas.


“A Estrada Lincoln” (Intrínseca) – Amor Towles (Estados Unidos) – Romance – 576 páginas.


“A Hipótese do Amor” (Arqueiro) – Ali Hazelwood (Itália) – Romance – 336 páginas.


“A Guerra da Papoula – Voluma 1” (Intrínseca) – R. F. Kuang (China/Estados Unidos) – Romance – 512 páginas.


“O Tumor” (Tabla) – Ibrahim Al-Koni (Líbia) – Romance – 192 páginas.


“O Teste do Casamento” (Paralela) – Helen Hoang (Estados Unidos) – Romance – 368 páginas.


“A Morte de Vivek Oji” (Todavia) – Akwaeke Emezi (Nigéria) – Romance – 224 páginas.


“A Pena Mágica de Gwendy” (Suma) – Richard Chizmar (Estados Unidos) – Romance – 352 páginas.


“Casas Vazias” (Dublinense) – Brenda Navarro (México) – Romance – 160 páginas.


“O Medo Mais Profundo” (Arqueiro) – Harlan Coben (Estados Unidos) – Romance – 272 páginas.


“O Caso das Pernas Brancas” (Arqueiro) – Jacqueline Winspear (Inglaterra) – Romance – 336 páginas.


“O Armário de Bebidas” (Globo Livros) – Leslie Jamison (Estados Unidos) – Romance – 272 páginas.


“O Fim dos Homens” (Verus) – Christina Sweeney-Baird (Inglaterra/Escócia) – Romance – 420 páginas.


“A Filha do Guardião do Fogo” (Intrínseca) – Angeline Boulley (Estados Unidos) – Romance – 432 páginas.


“Sequestros Na Noite” (L&PM Editores) – Andrea Camilleri (Itália) – Romance – 232 páginas.


“Eu Beijei Shara Wheeler” (Seguinte) – Casey McQuiston (Estados Unidos) – Romance – 352 páginas.


“A Promessa” (Record) – Damon Galgut (África do Sul) – Romance – 308 páginas.


“Vergonha” (Record) – Brittainy Cherry (Estados Unidos) – Romance – 420 páginas.


“A Última Filha” (Bazar do Tempo) – Fatima Daas (França) – Romance – 192 páginas.


“A Última Livraria de Londres” (Arqueiro) – Madeline Martin (Estados Unidos) – Romance – 272 páginas.


“Um Pequeno Gesto de Gentileza” (Arqueiro) – Lucy Dillon (Inglaterra) – Romance – 416 páginas.


“Os Escolhidos – Volume 1” (Intrínseca) – Veronica Roth (Estados Unidos) – Romance – 464 páginas.


“O Involuntário Ato de Respirar” (Dublinense) – JJ Bola (Congo) – Romance – 320 páginas.


“Agente Oculto” (Globo Livros) – Mark Greaney (Estados Unidos) – Romance – 336 páginas.


“Sozinho Para Sempre” (L&PM Editores) – Antonio Manzino (Itália) – Romance –352 páginas.


“Advogado do Diabo” (Darkside) – Andrew Neiderman (Estados Unidos) – Romance – 272 páginas.


“O Grande Deus Pã” (Todavia) – Arthur Machen (País de Gales) – Novela – 120 páginas.


“Flores de Verão” (Tinta-da-China Brasil) – Tamiki Hara (Japão) – Novela – 136 páginas.


“A Floresta” (Darkside) – Thomas Ott (Suíça) – Novela/Conto – 64 páginas.


“Noite no Paraíso” (Companhia das Letras) – Lucia Berlin (Estados Unidos) – Coletânea de Contos – 304 páginas.


“Flecha – Histórias” (Editora 34) – Matilde Campilho (Portugal) – Coletânea de Contos – 352 páginas.


“Colchão de Pedra” (Rocco) – Margaret Atwood (Canadá) – Coletânea de Contos – 304 páginas.


“Pactos” (Darkside) – Edgar Allan Poe, Nathaniel Hawthorne, Mark Twain, Washington Irving, Stephen Vincent Benét e Harriet Beecher Stowe (Estados Unidos) – Coletânea de Contos – 208 páginas.


“Um Cisne Selvagem e Outras Histórias” (Bertrand Brasil) – Michael Cunningham (Estados Unidos) – Coletânea de Contos – 120 páginas.


“Não Me Pergunte Jamais” (Âyiné) – Natalia Ginzburg (Italia) – Coletânea de Contos e Crônicas – 256 páginas.


“Por Que Eu Escrevo” (L&PM Editores) – George Orwell (Inglaterra) – Coletânea de Ensaios e Crônicas – 216 páginas.


“Vai Doer” (Intrínseca) – Adam Kay (Inglaterra) – Coletânea de Crônicas – 272 páginas.


“A Coroa de Ossos Dourados – Volume 3 de Sangue e Cinzas” (Galera) – Jennifer L. Armentrout (Estados Unidos) – Infantojuvenil – 672 páginas.


“O Reino dos Deuses – Volume 3 de Legado” (Galera) – N. K. Jemisin (Estados Unidos) – Infantojuvenil – 624 páginas.


“Supernova” (Rocco) – Marissa Meyer (Estados Unidos) – Infantojuvenil – 512 páginas.


“Heartstopper: De Mãos Datas – Volume 4” (Seguinte) – Alice Oseman (Inglaterra) – Infantojuvenil – 384 páginas.


“Alguns Erros Cometidos” (Alt) – Kristin Dwyer (Estados Unidos) – Infantojuvenil – 368 páginas.


“Toda a Minha Ira” (Verus) – Sabaa Tahir (Inglaterra/Estados Unidos) – Infantojuvenil – 364 páginas.


“Em Busca de Júpiter” (Alt) – Kelis Rowe (Estados Unidos) – Infantojuvenil – 336 páginas.


“Tudo que Eu Posso Ver” (Verus) – Marci Lyn Curtis (Estados Unidos) – Infantojuvenil – 328 páginas.


“Mansão Gallant” (Galera) – V. E. Schwab (Estados Unidos) – Infantojuvenil – 320 páginas.


“Animais Fantásticos – Os Segredos de Dumbledore – O Roteiro Completo” (Rocco) – J. K. Rowling (Inglaterra) e Steve Kloves (Estados Unidos) – Infantojuvenil – 288 páginas.


“Narval – O Unicórnio dos Mares” (Caveirinha) – Ben Clanton (Estados Unidos) – Infantojuvenil – 64 páginas.


“Balas Mágicas” (Companhia das Letrinhas) – Heena Baek (Coreia do Sul) – Infantojuvenil – 48 páginas.


“Como Ter Um Amigo Fantasma” (Caveirinha) – Rebecca Green (Estados Unidos) – Infantojuvenil – 48 páginas.


“Sou Mais Eu” (Caveirinha) – Richard Brehm (Estados Unidos; autor) e Rogério Coelho (Brasil; ilustrador) – Infantojuvenil – 48 páginas.


“Guarda-chuva Amarelo” (Companhia das Letrinhas) – Ryu Jae-soo (Coreia do Sul) – Infantojuvenil – 36 páginas.


“Uma Raposa” (Companhia das Letrinhas) – Kate Read (Inglaterra) – Infantojuvenil – 36 páginas.


“A Marcha das Baleias” (Brinque-Book) – Nick Bland (Austrália) – Infantojuvenil – 32 páginas.


“É Meu” (Globinho) – Laure Monloubou (França) – Infantojuvenil – 32 páginas.


“Meu Corpo Pode” (Galerinha) – Katie Crenshaw e Ady Meschke (Estados Unidos) – Infantojuvenil – 32 páginas.


POESIA BRASILEIRA:


“Letras” (Companhia das Letras) – Caetano Veloso – 512 páginas.


“O Amor Imaginário” (7Letras) – Denise Emmer – 116 páginas.


“Fim de Verão” (Companhia das Letras) – Paulo Henriques Britto – 96 páginas.


POESIA INTERNACIONAL:


“Você Fica Tão Sozinho Às Vezes que Até Faz Sentido” (L&PM Pocket) – Charles Bukowski (Alemanha/Estados Unidos) – 320 páginas.


“Ondula, Savana Branca” (Círculo de Poemas) – Ruy Duarte de Carvalho (Angola) –216 páginas.


“Bendita Seja a Filha Criada Por Uma Voz Em Sua Cabeça” (Companhia das Letras) – Warsan Shire (Somália/Inglaterra) – 152 páginas.


Em outubro, voltarei à coluna Mercado Editorial para apresentar os lançamentos do quinto bimestre de 2022. Até lá, não perca as demais novidades do Bonas Histórias. Enquanto o mundo gira e o tempo corre, você já sabe, a gente lê. Fazer o quê?!


Gostou deste post e do conteúdo do Blog Bonas Histórias? Se você se interessa por informações do mercado editorial, deixe aqui seu comentário. Para acessar outras notícias dessa área, clique em Mercado Editorial. E aproveite para nos acompanhar nas redes sociais – Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn.

Comments


A Epifania Comunicação Integrada é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Dança & Expressão é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Mandarina é a livraria diferenciada que está localizada em Pinheiros, na cidade de São Paulo
Eduardo Villela é Eduardo Villela é book advisor e parceiro do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
bottom of page