top of page

Bonas Histórias

O Bonas Histórias é o blog de literatura, cultura, arte e entretenimento criado por Ricardo Bonacorci em 2014. Com um conteúdo multicultural (literatura, cinema, música, dança, teatro, exposição, pintura e gastronomia), o Blog Bonas Histórias analisa as boas histórias contadas no Brasil e no mundo.

bonashistorias.com.br

Ricardo Bonacorci

Nascido na cidade de São Paulo, Ricardo Bonacorci tem 43 anos, mora em Buenos Aires e trabalha como publicitário, produtor de conteúdo, crítico literário e cultural, editor, escritor e pesquisador acadêmico. Ricardo é especialista em Administração de Empresas, pós-graduado em Gestão da Inovação, bacharel em Comunicação Social, licenciando em Letras-Português e pós-graduando em Formação de Escritores.  

  • Foto do escritorRicardo Bonacorci

Celebrações: Bonas Histórias - 100 meses de publicação do blog

Lançado em dezembro de 2014 e considerado atualmente um dos principais sites de literatura, cultura e entretenimento do Brasil, o Bonas Histórias alcança uma marca centenária em março de 2023.

Celebração de 100 meses de vida e de publicações do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento

Onde você estava e o que fazia a exatamente cem meses atrás, hein? Não, esse não é o começo de um romance policial, não estamos em uma investigação criminal e não padeço de voyerismo. Portanto, muita calma nessa hora! A interrogação é só curiosidade mesmo da minha parte (e uma estratégia dialética para se começar um novo post da coluna Premiações e Celebrações). Pense um pouco na minha pergunta, tá? Eu disse cem (100) meses!!! Sei que a resposta pode parecer um tanto difícil no primeiro momento, principalmente para quem não está acostumado(a) à marcação do tempo dessa maneira (que Paulo Sousa chamaria com certeza de calendário centumenses). Porém, com o acesso perspicaz aos arquivos recôncavos da memória, talvez você consiga se lembrar. E aí, descobriu? O que meu/minha estimado(a) leitor(a) fazia de bom há cem meses?!


No meu caso, eu me lembro muitíssimo bem o que estava aprontando. Em dezembro de 2014 (não precisa ficar fazendo contas pois já dou a cola: uma centena de meses atrás desemboca na folhinha de dezembro do calendário de 2014), eu ainda morava em Minas Gerais (na verdade, mantinha um pé por lá e já colocava o outro de volta a São Paulo) e queria ingressar de cabeça no mundo da literatura. A literatura era uma paixão antiga (que sempre mexe com a gente, é tão difícil esquecer. Basta um encontro por acaso e pronto! Começa tudo outra vez...). Daí surgiu na minha cachola a ideia de criar (e, por consequência, manter) um blog literário. Como sei que nem todo mundo curte livros com a mesma devoção que a minha pessoa, resolvi estender um pouco mais o leque temático da então novíssima empreitada. Pitadas generosas de cinema, música, teatro, dança, exposição, gastronomia e passeio/turismo foram acrescentadas à receita blogueira.


E foi o que fiz lá atrás (há exatos cem meses). Assim, nascia há oito anos e três meses (em uma cronologia mais popular, mas menos impactante do que a agenda centumense – abraço, Paulo!) o Bonas Histórias, o blog de literatura, cultura e entretenimento que temos hoje. Se você está no meio dessas mal traçadas linhas, meu amor, acho que não preciso detalhar do que estou me referindo, né? O mais curioso é perceber que desde então faço postagens regulares com análises de obras artístico-culturais. Há uma centena de meses (eu disse 100 meses!!!), um dos meus trabalhos diários é alimentar o conteúdo do blog.

Blog Bonas Histórias – celebração de 100 meses de vida e de publicações regulares

Nesse período (que confesso ter passado em um piscar de olhos), já foram mais de 1.300 posts publicados no Bonas Histórias. Isso é, se não me perdi nas contas – algo bastante comum de acontecer para alguém do universo das letras... Se nos primeiros anos priorizávamos a quantidade de análises (eram 15 a 16 posts por mês, com uma média de 2 a 3 laudas em cada um), nos últimos anos enfocamos mais a qualidade (são agora de 5 a 6 posts mensais, com pelo menos 10 laudas em cada texto). Em outras palavras, aumentamos a produção total de conteúdo: são menos posts, mas eles são mais extensos e completos. Nosso lema é: fazer análises definitivas, aprofundadas e originais dos temas tratados. Acho que estamos conseguindo. Pelo menos os feedbacks recebidos têm sido os mais satisfatórios possíveis.


E aí, valeu a pena? Caso essa seja a sua pergunta, respondo sem titubear: siiiiiiiiiiiiiiim! Atualmente, o Bonas Histórias é um dos principais blogs de literatura, cultura e entretenimento do nosso país e em língua portuguesa. Se ele já não tiver assumido a primeira posição (algo que acredito ter ocorrido no meio do ano passado – não disponho das informações mais recentes da concorrência), ele está no pior dos mundos no top 3 dos blogs literários, culturais e de artes. Obviamente, meu parâmetro é o número de acessos tanto no Brasil quanto entre os internautas lusófonos. Afinal, estamos falando de 20 mil a 30 mil visitantes mensais no Bonas Histórias. Você conhece outro blog (site estritamente textual) em nosso idioma e/ou no nosso país que aborde temas da seara artístico-cultural com tais indicadores? Admito que eu só tenho ciência de um ou de dois que aparentemente se aproximam dessa marca (contudo, não coloco minhas mãozinhas no fogo por ninguém).


A previsão é que alcancemos até dezembro de 2023 a marca de 40 mil a 60 mil usuários únicos por mês. Utilizo como referência os números do Google Analytics (que por eles, eu coloco sim as mãozinhas na brasa quente). A tendência é dobrarmos a audiência do Bonas Histórias deste ano em relação ao ano anterior. Algo que já fizemos, vale ressaltar, com os indicadores de 2022 quando comparados aos dados de 2021. De 2021 para 2020, o crescimento do número de visitantes foi ainda maior: na casa de três vezes mais. E essas marcas quantitativas foram/são/serão conseguidas única e exclusivamente de maneira orgânica (diferentemente da nossa concorrência, que é chegadinha em links patrocinados). Obrigado, Deus SEO! Obrigado, sistemas de busca! Obrigado, Tio Google. Em outras palavras, se ainda não formos o líder de audiência no segmento, seremos em poucos meses.

Comemoração de 100 meses de postagens do Bonas Histórias, principal blog de literatura, cultura e entretenimento do Brasil e de língua portuguesa

É até interessante dizer que muita gente não enxerga o Bonas Histórias hoje em dia como um simples blog. O que mais ouço são frases como: (1) pela quantidade de material disponível, ele é na verdade um portal de notícias da área cultural; (2) com a qualidade das análises postadas, o Bonas Histórias é no caso uma revista digital de artes; e (3) ele é o UOL da literatura. Juro que já ouvi tais afirmações (que entendo serem elogios). Concordo com todas essas opiniões. E juro que não sei qual comentário eu mais gosto de ouvir.


Para ser sincero, só mantenho a classificação de blog (por mais ultrapassado que possa parecer esse termo no comecinho da terceira década do século XXI) porque gosto de ver o Bonas Histórias como um pequeno filhotinho que coloquei no mundo e que continua pequeno e indefeso. A culpa, nesse caso, é da paternidade, entidade que teima em não ver que a sua cria cresceu e se tornou adulta. Fazer o quê? Não dá para brigar com a psique humana (ainda mais vinda de um pai coruja, neurótico, inseguro e atuante).


Antes que você espere mais deste post da coluna Premiações e Celebrações, preciso alertar que ele só foi feito para comemorarmos a nova efeméride do blog (blog sim, com muito orgulho!!!). Se em dezembro de 2014 festejei o lançamento do Bonas Histórias, em dezembro de 2015 soltei fogos pela conquista de seu primeiro aniversário. Aí depois da sequência de alguns aniversários, em dezembro de 2019 a celebração foi pela chegada do quinto ano de vida do site. Pouco tempo mais tarde, em junho de 2020, a alegria era pelo alcance dos 1.000 posts publicados. E mais recentemente, em dezembro de 2022, o festejo foi pelos recordes alcançados pelo blog em seu oitavo aniversário. E agora, a celebração é pela marca de 100 meses de existência do Bonas Histórias. Nada mal para um projeto que começou por acaso e de forma beeeeem despretensiosa, né?


Atualmente, o Bonas Histórias possui 19 colunas. São sete as seções sobre literatura, a essência do blog: Livros – Crítica Literária, Desafio Literário, Teoria Literária, Talk Show Literário, Miliádios Literários, Contos & Crônicas e Mercado Editorial. O conteúdo literário é responsável pela metade das visualizações do site. Outras partes relevantes e populares do blog que abrangem os demais assuntos artístico-culturais são: Cinema, Músicas, Teatro, Dança, Exposições, Gastronomia e Passeios. Essas sete colunas multitemáticas são responsáveis por basicamente a outra metade de acessos ao Bonas Histórias, o que indica o gosto versátil dos nossos visitantes. As cinco seções complementares do site são: TV, Rádio e Internet, Cursos e Eventos, Premiações e Celebrações, Melhores Músicas Ruins e Recomendações. Admito que esse quinteto é pouco visitado. Quando falo pouco, põe pouco nisso!!!

Bonas Histórias – efeméride de cem meses de publicações do blog

Para encerrar este balanço mais recente sobre o Bonas Histórias, informo que, entre janeiro e junho de 2023, temos quatro parceiros comerciais que estampam suas marcas no site. Nossos patrocinadores atuais são: Epifania Comunicação Integrada, agência/consultoria de Marketing e Publicidade; Dança & Expressão, tradicional escola de dança do bairro de Perdizes, em São Paulo; Mandarina, livraria de rua diferenciada do bairro de Pinheiros, na capital paulista; e Eduardo Villela, o principal book advisor brasileiro há alguns anos. Agradecemos a tais marcas e profissionais pelo apoio e pela parceria de longa data. Sem eles, na certa o blog não teria a força e o alcance que tem hoje. Valeu, pessoal!


Essa é a pequena história da nossa longa caminhada. A estrada até pode ter muitas pedras, incontáveis buracos e desmedidos perigos. Mesmo assim, preciso reconhecer que o trajeto pelo caminho da literatura, da cultura e do entretenimento é sempre encantador, enriquecedor e desafiador. Se houver alguma outra dor, tenho certeza de que ela desaparecerá na primeira curva da vida e sumirá da memória dos mais corajosos viajantes. Pelo visto, ainda temos muito a percorrer nos próximos anos. Quando piscarmos, já será hora de comemorarmos os 10 anos de vida do blog e de festejarmos os 2.000 posts publicados. Não há dúvida que essas efemérides ganharão destaques aqui na coluna Premiações e Celebrações. Ou você acha que eu vou perder a oportunidade de gritar aos quatro ventos as novas façanhas do meu pequeno e lindo filhotinho digital, hein?


Espero que você continue conosco por essas páginas por muito tempo ainda. Afinal, nada disso existiria e/ou prosseguiria se não tivéssemos a sua presença (e a dos demais amigos leitores) do outro lado da tela, né? Obrigado pela sua companhia, por sua leitura e por sua torcida! É com vocês e para vocês que o Bonas Histórias irá continuar sendo feito e desenvolvido.


Que tal este post e o conteúdo do Bonas Histórias? Seja o(a) primeiro(a) a deixar um comentário aqui. Para acessar os demais posts desta coluna, clique em Premiações e Celebrações. E aproveite para acompanhar o Bonas Histórias nas redes sociais – Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn.

Comments


A Epifania Comunicação Integrada é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
A Dança & Expressão é parceira do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
Mandarina é a livraria diferenciada que está localizada em Pinheiros, na cidade de São Paulo
Eduardo Villela é Eduardo Villela é book advisor e parceiro do Bonas Histórias, blog de literatura, cultura e entretenimento
bottom of page